13/07/09

PONTAPÉ DE SAÍDA

Sempre tive uma certa dificuldade em analisar jogos particulares. Talvez mesmo alguma aversão. A essência do futebol está na competição, e nos jogos amigáveis ela praticamente não existe. Há bola, há jogadores, há balizas, às vezes até há festa, mas sobra a sensação de que nada daquilo interessa muito. E até mesmo de que se trata de um logro.
Este primeiro jogo do Benfica, frente ao Sion, foi seguramente um momento marcante para os benfiquistas emigrados na Suíça, e terá sido um teste importante no âmbito do trabalho de Jorge Jesus. Para o adepto comum foi apenas o encontro com aquelas camisolas e com alguns dos novos jogadores. Para o analista externo, por muito boa vontade que se possa ter, não foi praticamente nada.
A utilização de um losango no meio-campo não seria novidade. Também não o era o papel preponderante destinado a Pablo Aimar na construção do jogo da equipa. O onze inicial foi o possível, e a maioria dos jogadores demonstrou, como seria de esperar, grande falta de ritmo.
Sobram alguns destaques individuais. Desde logo a exibição personalizada do jovem Roderick, que nos juniores nunca me impressionou muito (o seu parceiro João Pereira parecia melhor jogador), mas talvez pela robustez física tenha sido chamado para o plantel principal. Também Di Maria e Cardozo estiveram em plano de destaque, sobretudo ao longo da primeira parte. Em sentido oposto, Yebda, Carlos Martins, Quim, Saviola, Nuno Gomes e Coentrão demonstraram ter mais trabalho por diante até adquirirem a boa forma.
Hoje há novo jogo, e até começar o campeonato haverá (além destas duas) mais oito partidas, quase todas com equipas estrangeiras.

16 Comments:

Blogger Soulbe said...

Fiz exactamente ontem o mesmo comentário com uns amigos que o LF disse sobre o Roderick e o João Pereira. Se ele está a ter esta oportunidade e o outro não deve ser devido ao seu físico. O outro miúdo é que era o patrão daquela defesa.

Sabe-me dizer por onde anda o Romeu Ribeiro?

13.7.09  
Anonymous Peter said...

É na competição que se vê realmente o que uma equipa vale, no entanto tenho a acrescentar que o Saviola não teve tão mal quanto isso, o Yebda teve uma falha de infantil e o Quim se continua assim esta será a sua última época no Benfica de certeza.De resto está tudo dito pelo LF.

13.7.09  
Anonymous Anónimo said...

Sou leitor assíduo do seu blog, na maioria das vezes concordo 100% com a sua análise aos jogos, no entanto continuo sem compreender a sua obsessão pelo Guarda-redes Quim. É notório que é um fraco Quarda-redes, muito inseguro em bolas pelo ar, com pouca impulsão. Confia muito no golpe de vista e muitas vezes fica mal na fotografia. Parece-me que Moreira é claramente melhor Guarda-redes, embora penso que o SLB deveria contratar alguém com maiores credenciais que confira outra segurança ao sector defensivo. É apenas a minha opinião e respeito a sua, embora parece-me um pouco obsessiva...

13.7.09  
Blogger LF said...

Segundo julgo saber o Romeu Ribeiro vai ser emprestado ao Trofense da Liga Vitalis.

13.7.09  
Blogger LF said...

Saviola marcou um golo de penálti, e teve mais um ou outro apontamento.
Mas em comparação com Cardozo não produziu nem metade.

É claro que a partir de 15 de Agosto é que vai ter de o fazer.

13.7.09  
Blogger LF said...

Quanto ao Quim, devo dizer, caro leitor, que não percebo muito bem é a obsessão anti-Quim.

O único problema do guarda-redes (que considero o melhor português) é que não lhe têm dado o mínimo de confiança.

Nas épocas em que manteve a titularidade por mais tempo (Trappatoni e Fernando Santos) esteve em excelente plano.

Também gosto do Moreira, mas penso que Quim é superior.

Se pudéssemos ter o Casillas ou o Buffon, claro que seria óptimo. Mas para trazer guarda-redes sul-americanos, caros e incertos, acho melhor ficarmos como estamos.

Não creio, honestamente, que esteja na baliza o principal problema do Benfica. Nem agora, nem nas épocas anteriores.

Não troco nenhum deles por Helton, Rui Patrício, Tiago, Nuno ou Beto. E é essa comparação que temos de fazer.

13.7.09  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Não partilho da sua opinião considero que a pré epoca é importante para os jogadores fazerem entrosamentos. E os treinadores tirarem dai as respectivas ilações.

Mas continuo a pensar que os problemas do Benfica continuam a ser os mesmos do ano anterior, uma defesa miserável e um meio campo pobre.

Preocupam-me as lesões e os seis quiloa a mais que Sidnei trouxe das férias, como é possível um atleta aumentar seis quilos durante um mês.

Não tenho confiança nos preparadores que agoram chegam ao Benfica. No sei talvez um só preconceito.

Gostei do DI Maria e parece-me bem a substituição do Reyes por Di Maria.

Importante ainda são as equipas que o Benfica escolheu, quase todas internacionais de gabarito. Espero que o Cardozo continue a fazer o figuraço que fez na Ucrânia, com todo aquele frio

13.7.09  
Anonymous djeiti said...

Concordo com o LF sobre os GR. Se pudesse ter o Enke de volta aceitava, mas não quero nenhum Bruno, Vítor, Andujar ou outro qq que custe 4 milhoes e acabe por ser outro Bossio.
Tb nao creio que o problema prioritario a resolver seja na baliza.
Mas alguem consegue explicar é pq foi o Maxi o capitao? Se nao é o GR, ao menos q fosse o Miguel Vitor.

13.7.09  
Blogger LF said...

Cara Vitória,

Um mês de petisco e cerveja sem qualquer actividade física é suficiente.
Ele tem de aprender que isso não pode voltar a acontecer. A responsabilidade é do jogador, e com a concorrência de Miguel Vítor e David Luíz, não se pode admirar se for directamente para o banco.

13.7.09  
Blogger LF said...

Djeiti,

Acho que a braçadeira fica muito bem entregue a Maxi.
Para mim foi o melhor jogador do Benfica na época passada, e é um exemplo para todos daquela que deveria ser a atitude competitiva a seguir.
Com os onze que estavam em campo, não havia alternativas (a não ser Moreira, mas Jesus provavelmente também não quer um capitão guarda-redes). Mas mesmo de futuro, acho bem que Maxi seja um nome a considerar.

13.7.09  
Blogger Miguel Oliveira said...

A unica coisa que me saltou à vista foi que nenhum jogador parou de correr!
Se tiveram hipoteses de ver o jogo com atenção perceberam que todos os jogadores sem excepção estavam permanentemente a correr!
Ter a equipa em constante movimento ajuda em todas as vertentes do jogo!
Parece até agora a unica inovação de Jesus!
Tudo o resto ainda está muito turvo!

http://pelofutebol.blogspot.com

13.7.09  
Anonymous Anónimo said...

aro pereira diz que afinal nao foram 5 minutos que demorou a assinar...foram 4! e que só mais tarde percebeu que tinha escolhido o clube... que pagou mais!
Enfim... um individuo que demora 4 minutos a assinar um papel tem de certeza um grande atraso mental!

13.7.09  
Anonymous mc said...

pois eu gostei do jogo. sem grandes euforias, que são contraproducentes nesta altura, acho que relativamente a épocas anteriores vi uma equipa mais fresca, mais aguerrida e mais...equipa (sobretudo em algo que é fundamental: passe ao primeiro toque). gostei de ver uma equipa a movimentar-se bem individual e colectivamente. Ver estes jogos nos últimos anos tem sido enfadonho, quase um exercício masoquista. Este não. Gostei da disponibilidade que Saviola mostrou, acho importante sublinhar isto.

Quanto ao resto, mais uma nota, reforçando aquilo que tenho dito: precisamos de um GRANDE guarda-redes. já basta da conversa que temos internacionais portugueses na nossa baliza: esse é um patamar que hoje em dia não chega. é um patamar cheio de equívocos como Ricardos, Eduardos e afins. No entanto, devo dizer que se ficarmos com estes guarda-redes - especialmente o Moreira, que acho que deve ficar para sempre no Benfica e que é um bom guarda-redes- vão ser os meus guarda-redes e não vou abrir a boca a época toda para os criticar.

13.7.09  
Blogger Jotas said...

Estes jogos como é óbvio valem o que valem. O mais importante de tudo é sem dúvida é observar ao longo da pré-temporada a evolução técnica, táctica e física da equipa.
Parece-me que a grande diferença desta pré-época em relação a anos anteriores, é que o novo treinador encarnado, começa desde já a consolidar um esquema de jogo e a querer delinear um onze base, algo que por exemplo, nunca aconteceu com Quique.
Os indicadores têm sido positivos, mas obviamente há ainda muito trabalho pela frente em todos os clubes e os jogos a doer são completamente diferentes.

14.7.09  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Claro LF
Se calhar bem razão tinha Quique Flores quando o deixava no banco. Mas lá estava o António pedro Vasconcelos a dizer que o Quique não percebia nada porque o Sidnei iria ser o melhor médio defesa daqui por uns anos. Como se vê um actor e um jogador de futebol não são exactamente a mesma coisa. No primeiro caso (a do actor) a forma fisica (porque a gordura não o impede de interpretar o papel escolhido pelo realizador) actor é só uma questão de aspecto no segundo (jogador) é uma ferramenta de trabalho (o excesso de peso é um impedimento à interpretação do papel que lhe concede o treinador

14.7.09  
Anonymous Peter said...

Com mais barriga que o Sidnei está o rochemback e o pedro silva.

14.7.09  

Enviar um comentário

<< Home