05/01/09

UM PREOCUPANTE PASSO ATRÁS

Após quase duas semanas sem ver, ouvir, ler ou falar de futebol, seria difícil esperar um pior regresso à competição. Vitórias de Sporting e Porto (esta obtida nos descontos), e derrota do Benfica no terreno do último classificado, após uma exibição medíocre e com amplos sinais de preocupação, foram as notas dominantes de um fim-de-semana para esquecer.
Efectivamente aquilo que se viu na Trofa foi muito mau, mas acaba por não surpreender muito quem se lembre dos jogos de Paços de Ferreira, de Matosinhos e de Vila do Conde, nos quais - ainda que com sortes finais distintas – algumas das principais debilidades dos encarnados haviam sido repetidamente postas a nu.
Este Benfica revela enormes dificuldades em lidar com equipas fechadas e agressivas, que lhe retiram espaço e lhe tolhem as ideias, não tendo encontrado ainda antídoto para ultrapassar um tipo de obstáculo que a Liga Portuguesa apresenta, semana-sim-semana-não, aos candidatos ao título. Ao contrário do Sporting, que consegue muitas vezes ser eficaz e consistente, e do F.C.Porto, que apresenta com grande regularidade um futebol pressionante, rápido e agressivo, o Benfica tende a procurar as vitórias de forma mais pausada, macia e artística, o que, sobretudo em estádios destes e perante adversários como o Trofense, manifestamente não resulta.

Não creio que o problema seja táctico, nem de entrega ou menor profissionalismo dos jogadores. O que o Benfica tem é um plantel onde existe algum desequilíbrio entre as unidades capazes de garantir alguma agressividade ao jogo, e outras que evidenciam gritantes dificuldades perante essa mesma agressividade. Para além deste aspecto, o plantel encarnado demonstra uma preocupante vulnerabilidade defensiva, sobretudo pelos flancos, o que nem é de estranhar se atendermos ao facto de neste momento dispor de apenas um lateral de raiz (Jorge Ribeiro), e mesmo esse com os melhores momentos da sua carreira passados a meio-campo.
Depois há também questões individuais a que dificilmente poderemos fugir.
O rendimento de Aimar tarda em estabilizar, o que se torna grave quando parece não haver mais ninguém no plantel capaz de assegurar a segunda linha do meio-campo. O argentino não se entende com marcações cerradas, não consegue encontrar espaços, não dá velocidade ao jogo, acabando perdido numa inglória luta contra as suas próprias insuficiências físicas, diante de adversários mais fortes, mais rápidos e mais agressivos do que ele. Em seis meses de Benfica temos um passe de “rabona” e outro de calcanhar, o que não é nada para alguém de quem se esperava que fizesse a diferença, resolvesse jogos, e marcasse o destino do próprio campeonato.
Mas é preciso dizer que também Suazo tem deixado um pouco a desejar nos últimos jogos, mostrando-se um jogador de grande intermitência, alternando exibições espectaculares – sobretudo quando a equipa consegue jogar em contra-ataque – com jogos apagadíssimos, onde quase não remata, pouco pressiona e se vê um tanto perdido em campo. Basta o pequeno, mas cruel, exercício de compararmos as suas prestações com aquilo que vemos semanalmente fazer a Liedson e Lisandro – sempre activos, sempre pressionantes, sempre perigosos e quase sempre eficazes - para se perceber que nem tudo o que se disse há umas semanas atrás sobre esta “Pantera” tem tido real correspondência em campo.
Mas olhando às exibições de Cardozo e Di Maria (cada um jogou 45 minutos), quase se torna injusto criticar o hondurenho. Paraguaio e argentino passaram totalmente ao lado da partida, o que infelizmente já nem é novidade.
Resultado de tudo isto: há quatro jogos que o Benfica não marca um golo.
O campeonato continua em aberto. Um ponto é apenas um ponto, e se quando o Benfica ia na frente era prematuro lançar foguetes, também agora, dependendo só de si, é absurdo deitar a toalha ao chão, sobretudo quando nas três últimas épocas estava nesta altura respectivamente a seis, oito e dez pontos do primeiro lugar.
No último campeonato ganho pelo Benfica, em 2005, houve mais do que um momento em que tudo pareceu perdido, em que tudo foi posto em causa, e afinal tudo acabou em bem. Não há ainda qualquer motivo para deixar de acreditar que tal se possa repetir. A equipa já mostrou ser capaz de coisas positivas, e os adversários já mostraram não estar tão fortes como no passado recente. Há dezassete jogos por disputar. Tudo é possível.
Falta dizer que o árbitro, na linha de grande parte das arbitragens desta Liga, mostrou uma dualidade de critérios inadmissível, assinalando faltas inexistentes ao Benfica (duas delas simuladas por Hélder Barbosa) e perdoando faltas aos defesas do Trofense.
Mesmo os rivais do Benfica concordarão que, pelo menos de entre os três grandes, os encarnados são a equipa mais macia e que mais deixa jogar. Pois é, de longe, a que tem mais faltas assinaladas e cartões mostrados…
Não foi contudo por Jorge Sousa que o Benfica perdeu na Trofa.

15 Comments:

Blogger Aurélio Estorninho said...

CAro LF:
antes de mais quero que saiba que lhe invejo as ferias... você deve ser funcionario do ministerio da justiça, so mesmo eles para terem umas ferias judiciais com tantos dias.

a sua analise do jogo é quase correcta.

ponto 1 o benfica se quer lutar para o titulo tem de ter um defesa direito e não pode entrar em campo com o assassino bynia de inicio.
ponto 2 se a comunicação social diz que o rodriguez é uma contratação falhada o aimar e o balboa são o quê?
ponto 3 será que o costa já se apercebeu que o vieira está a aproveitar-se do seu benfiquismo para manter o seu proprio estado de graça?

espero que as festas lhe tenham corrido bem, e como o Natal já acabou você pode voltar para o seu lugar de cabeça erguida a olhar para o FC PORTO, espero que não lhe doa o pescoço...

5.1.09  
Blogger mafegos said...

Toda gente vê que o plantel é desequilibrado,porque razão o Quique Flores continua a dizer que não precisa de jogadores e que tem um plantel de 27 jogadores?
Ou não quer assumir a sua quota de responsabilidade no lixo que pediu para contratar?
O Reyes que só gosta de carros caros,o Aymar que já disse adeus,o balboa que não jogava a dois anos,o Carlos Martins que dizem que rouba 20 mil contos por mês,até a mim me surpreendeu,esperava mais dele.
já que não se quer ou não se pode mandar o Quique para Sevilha,espero que o Benfica corra depressa e assuma,uma vez mais,um fracasso na constituição do plantel e que o presidente se deixe de merdas e apareça e que diga quem é o empresário que se esta a encher com o refugo que nos deixa.O Benfica precisa de urgentemente,pelo menos,de dois jogadores para o meio campo.

5.1.09  
Anonymous Anónimo said...

Caro Cornélio Estorninho vejamos o seguinte:

Carlos Calheiros - O Brasil

Em 1995 o árbitro Carlos Calheiros, de Viana de Castelo, a apitar no escalão superior, viajou para esse país, de férias, acompanhado da sua família, e a factura da despesa das viagens acabou por ser paga pelo FC Porto, curiosamente, à Agência Cosmos, que normalmente trabalha com o clube das Antas. A despesa apontava para 762 mil escudos. Pinto da Costa veio a terreiro defender o árbitro, justificando o sucedido com um mero lapso de secretaria da Agência propriedade de Joaquim Oliveira. O árbitro, por sua vez, acusou quem o dizia defender. Em que ficávamos? Tudo estava sob suspeita. E sob suspeita ficou. O caso foi arquivado pela FPF e o Ministério Público confirmou terem existido alegados actos de corrupção, embora não tenha sido provado que a viagem ao Brasil de Carlos Calheiros e família tenha sido para pagar favores ao FC Porto".

Portanto não julgue que o seu fcp venceu tudo legal e justo, não queira ser mais papista do k o papa.

Um abraço do tamanho de todos os titulos internacionais e nacionais do FC PORTO comprados...ahahahaha

Fica só uma nota, para terminar, eu tb sou benfiquista desde k me lembro, cresci a ouvir dizer k o benfica foi grande a custa do nosso kerido salazar, hoje continuo a ouvir k os arbitros são do benfica, a comunicação social é do benfica, a liga é do benfica, a federação é do benfica, enfim é tudo do Benfica, e quem ganha é o FCP...
Faz-me lembrar a velha história da vossa laia do calabote, roubou, aldrabou, enfim tudo e mais alguma coisa, mas afim de contas quem foi campeão foi o clubezito do regime... deixem de atirar areia.

5.1.09  
Anonymous Anónimo said...

Eu tb sou do Benfica, mas não sou tão crente como o sr. LF. E não tenho essa opinião apenas depois da vergonhosa derrota de ontem. Isto é algo que está á vista e enumero apenas algumas coisas.

1- O meio-campo do Benfica é infelizmente o mais fraco dos três grandes.

2-Ao contrário do que pensa, julgo que falta de entrega de alguns jogadores. Podemos aceitar que não há qualidade em alguns jogadores, agora há que dar o litro pela camisola do Benfica. Se todos tivessem a atitude do Maxi Pereira, jogador que tem na minha opinião algumas carências, certamente iríamos criar mais situações perigosas junto da baliza da adversária.
Um exemplo clamoroso no jogo de ontem foi o Yebda. Vergonhosa a forma

como entrou no jogo, não corria, parecia que estava a jogar desde o

primeiro minuto. Mas o pior foi no fim. Após o apito final do árbitro,

na habitual troca de camisolas, o sr.Yebda estava a rir-se em conversa

com um adversário. Isto é simplesmente inadmissível. Se houvesse gente

de pulso no clube, não jogava mais esta época. Coloquem os juniores a

jogar à bola.

3-Binya não tem qualidade para ser titular do Benfica. Coloquem um

júnior, fará certamente melhor.

4-O treinador insiste em colocar o Ruben Amorim na direita quando ele

rende na posição 8, sabe ter a bola e, sobretudo, passar a bola. Depois

é sempre o sacrificado para sair. O sr. Quique Flores não desvia um milímetro. Por que razão o Ruben AMorim não tem oportunidade para jogar no miolo do terreno?

5-Di Maria. Muita gente diz que é craque. Eu pergunto aonde? Alguém

consegue explicar como um jogador que não fez nada no Benfica, consegue

ser tão falado na imprensa, em possíveis transferências. Isto tá tudo

louco.

6- Aimar. Zero de rendimento. Nem consegue marcar num lance em que está sozinho diante o guarda-redes.

7- Suazo. Tem de jogar solto e não como único jogador fixo na área. Será que o Quique ainda n percebeu isso.

8-Cardozo tem de jogar sempre. Precisa de minutos. O ano passado marcou muitos golos, portanto, coloquem o homem em campo. Sei que não é um exemplo de correr e isso, mas marca golos. E é isso que um avançado deve fazer.

9-Benfica precisa de um extremo-direito bom. Balboa é outra vergonha do plantel.

5.1.09  
Anonymous Peter said...

O Benfica fez uma péssima exibição e mereceu perder.Pela negativa destaco o Bynia (porque é que o Quique não o tirou mais cedo tava-se mesmo a ver o que é que ia acontecer), o Di Maria (só joga bem na selecção argentina, mais vale vendê-lo e recuperar o Coentrão ou Adu que ao menos marca mais golos que ele) o Aimar (falhou 1 golo incrível e mexe-se pouco e não assume o jogo,devia ter sido substituído)e o Carlos Martins (que se escondeu durante o jogo todo). O Cardozo não teve bem mas merece a titularidade com frequência porque só assim pode marcar os golos que marcou a época passada e que nos tem feito falta, na minha opinião com este plantel ele até devia fazer mais porque a qualidade é maior e ele já teve férias no verão coisa que não tinha tido na época passada. Aliás ele marcou contra o nacional.
Sou absolutamente contra a demissão do Quique Flores e surpreende-me que alguns adeptos do Benfica queiram que se volte outra vez á estaca zero ( isso é o que os nossos adversário querem), eu espero sim é que o Quique analise bem o que tem corrido mal e incuta muita mais garra aos jogadores o Benfica mais do que nunca precisa de estabilidade desportiva. Os jogadores tem de perceber que terão sempre que lutar contra 14 e não contra 11 e nunca desistirem e serem unidos e deixar a pele em campo.Quanto á perca da liderança não me surpreende tendo em conta os pontos que tem sido roubados ao Benfica e os pontos que tem sido dados ao fcp que está a jogar melhor do que já jogou mas que tem sido ajudado claramente pelas arbitragens. Sem sombra de dúvida que o Katso, Reyes e o Nuno fizeram falta.Quanto ao Moreira está a desperdiçar a oportunidade que lhe está a ser dada. Quanto aos dirigentes do Benfica tem que deixar de serem tão cordiais e mais agressivos na defesa dos interesses do clube, porque as más arbitragens nos jogos do Benfica já vem do início da época e não só agora no último mês.

5.1.09  
Anonymous Anónimo said...

Toda a gente jurou a pes juntos que o Benfica tinha melhor equipa e plantel dos 3 grandes. Provavelmente disseram isso de ouvido, pq o nome Aimar soa bem, mas Aimar já n é nem por sombras o jogador que foi, Reyes tb soa bem, mas tb já n é o mesmo que jogava no Arsenal, Suazo é a pantera negra, mas foi dispensado do Inter por alguma coisa...
Como sempre, fizeram a festa e lançaram os foguetes, agora levam com as canas na tola.
Como sempre...

5.1.09  
Anonymous Anónimo said...

Já agora, caro LF, o Benfica é efectivamente a equipa mais macia dos 3 grandes, excepto quando tem jogadas de extrama "macieza" como aquela entrada do Cardozo ao guarda redes. Portanto, n sei qual é a estranheza...
Está tudo dito!

5.1.09  
Anonymous Anónimo said...

O Cardozo nem acertou no Paulo Lopes até porque este desviou-se.

5.1.09  
Anonymous Brytto said...

Tal como eu avisei, era só uma questão de tempo. Os resultados evidentemente são importantes, mas é preciso tentar ver sempre mais alguma coisa para além dos resuktados, e era evidente que a jogar assim, a derrota era uma questão de mais ou menos jornada... Eu ainda tentei avisar o nosso vedeta, mas ainda fui delicadamente "acusado" de estar a fomentar a desunião no seio da familia benfiquista e claro o que interessava era que o glorioso ia à frente.

Por falar em rir, a atitude bastante descontraída do Quique na primeira entrevista do ano fez-me logo lembrar outra célebre do Paulo Autuori, qu também se fartou de rir e o resultado foi o que foi. Achei descontração a mais, se calhar, com segundas intenções, ou seja, para garantir boa imprensa por mais alguns meses!

6.1.09  
Anonymous LX said...

Péssima exibição + arbitragem totalmente dualista + reyes lesionado por levar média de 12 faltas de jogo sem cartões + katso suspenso por acumulação de amarelos (2 dos quais sem tocar no adversário) + nuno gomes suspenso por coisas que ninguém viu + golo em fora de jogo = PIOR EXIBIÇÃO DA ÉPOCA

6.1.09  
Anonymous Anónimo said...

Pois é, os bombos da festa (slb) voltaram a cair na realidade,já não se podem escudar com o primeiro lugar! Mas achei piada quando o mister Quique Flores falou que queria que o placar refleti-se o que se passava no campo, pensei para mim a ser assim deve ter ficado descontente com o resultado com o Nacional, pois devia ter pensado que o resulTado justo seria uns 1-3...! pode ser que esta jornada lhe seja feita a vontade... e foi!!! Mas parece que os bombos da festa (slb) estão a estudar a hipotese de recorrer para o TAS, porque como todos nós ouvimos durante o mês passado muitos jogadores dos bombos disseram que pediram ao pai natal para serem campeões, e como as coisas não estão a correr bem, vão tentar alegar que o homem está velho para a profissão demasiada importante que ocupa!!! Agora a sério, sr. LF você melhor que ninguem sabe que uma equipa agressiva no bom sentido da palavra, não é uma equipa violenta, mas sim uma equipa que dá tudo por tudo, que nunca desiste ,que pressiona... e isso os bombos nunca serão, por isso são macios! Não enquanto branquearem os própios erros, como por ex e mais uma vez o Nacional, jogaram mal e porcamente, mas como aconteceu aquele lance... para mim limpo mas para o arbrito não, só se falou disso, clube e adeptos, não interessou se jogaram bem ou não, se deram tudo ou não...os bombos não ganharam por causa do apito, mais nada!!! Depois os jogadores dos bombos pensam nós somos mesmo bons... em sonhos!!! Força FCP rumo ao tetra!!! THE DRAGON!

6.1.09  
Anonymous Anónimo said...

ó LXm golo fora de jogo?
Só tu o deves ter visto;
pacóvio!

6.1.09  
Anonymous Anónimo said...

Será a atitude e o carácter ou a falta deles por parte dos jogadores a principal causa dos maus resultados e em particular o da Trofa?
Não será antes a incapacidade dos vários 11 apresentados funcionarem colectivamente? E aí a inteira responsabilidade é da equipa técnica. Mesmo os jogos melhor conseguidos, foram-no à custa de rasgos individuais de uma ou outra estrela cadente.
Não defendo a saída dos técnicos,mas é forçoso que eles reconheçam as insuficiências técnico-tácticas,e façam deste plantel uma equipa.
Sem isso nem o Eusébio nos salvaria,muito menos o Aimar o Reyes ou o Suazo...
M. Vieira

6.1.09  
Anonymous LX said...

quem me chama pacóvio tb não deve ter visto a entrada assassina sobre o di maria, que levou à sua substituição... nem sobre o aimar... somos todos uns pacóvios.

os jogos do benfica este ano podem ser resumidos da seguinte forma: reyes leva pau, jogador X tem que sair depois de entrada dura do adversário, reyes leva pau, defesas saltam para cima de suazo, reyes leva pau, binya vai para a a rua e katso leva amarelo.

foi arbitragem muitíssimo habilidosa. marcar faltas ao pé da área do trofas nem pensar, e houve muitas sobre o suazo. já os toquezinhos do luisão foram sempre assinalados. meio campo a mesma merda. não houve "casos" daqueles de encher o olho, mas foi mais uma grande apitagem.

e o di maria lá se tornou mais um jogador (quantos?) lesionado por entradas assassinas que não são sancionadas por cartão....

6.1.09  
Anonymous Anónimo said...

o Coentrão?

lol para depois os jogadores do Benfica chegarem as cacifos e repararem que as carteiras (ou o dinheiro, ja nao me lembro bem da historia) ter desaparecido todo?

lolao

7.1.09  

Enviar um comentário

<< Home