17/12/07

COLAPSO

É de certo modo penoso para um benfiquista escrever sobre a partida de sábado passado no Restelo. Mais ainda tendo lá estado, exposto aos rigores de uma temperatura excepcionalmente baixa – num estádio onde isso se sente de forma quase dramática -, e com bilhetes a preço de ópera.
Sem tirar mérito à organizada equipa de Jorge Jesus, desta vez o Benfica não perdeu porque o adversário tenha sido particularmente brilhante – salvo um ou outro momento de jogo não o foi -, nem porque tenha tido o já habitual azar na concretização – só me recordo de uma oportunidade de golo em todo o jogo, desperdiçada por Cardozo. Nada há que dizer também acerca da equipa de arbitragem, que com um ou outro erro, não interferiu no resultado.
Nada serve de justificação. O Benfica deve a si próprio estes três pontos. Perdeu porque jogou mal, miseravelmente mal.
Pior que isso, jogou mal porque os seus jogadores não tiveram uma atitude competitiva compatível com um candidato ao título, e pareceram, sobretudo ao longo da primeira parte, ter decidido entrar de férias uns dias mais cedo.
Nada fazia prever que esta equipa, cuja força de há umas semanas atrás se situava precisamente na capacidade física e mental, e na forma séria com que encarava todos os adversários e todos os jogos, claudicasse num momento como este, e justamente por via da forma displicente como abordou a partida. À excepção de Rui Costa e Quim, ninguém mais se salvou no naufrágio do Restelo, e houve mesmo exibições individuais a roçar o caricato, tal a falta de empenho e concentração manifestadas.
Em duas jornadas apenas, o Benfica passa da possibilidade de ficar a um ponto da liderança, para uns distantes dez pontos que praticamente colocam ponto final nas suas aspirações ao título. É em momentos como este que se vê o estofo das equipas, e o Benfica deu no sábado uma clara demonstração de incapacidade e falta de categoria, que deveria preocupar bastante mais quem, como Pôncio Pilatos, escondido atrás do populismo e da demagogia, tem sistematicamente lavado as mãos das responsabilidades nos constantes e repetidos insucessos.
Este será mais um campeonato perdido - o 13º em 14 anos. Veremos se esta não será também, no meio do pão e do circo a que os benfiquistas se têm habituado, a terceira época consecutiva sem qualquer troféu. É que, parecendo que não, o valeeazevedismo morreu em Outubro de 2000 (!) e, às portas de 2008, já há muito deixou de ser justificação para os inêxitos.
De positivo para o Benfica, só mesmo o comportamento dos adeptos, em particular da claque “No Name Boys” – junto à qual assisti ao jogo -, que já em tempo de descontos, mesmo vendo aquilo que tinha pela frente, ainda encontrava forças para entoar o hino do clube.

PS: Já que falo em claques, os acontecimentos das últimas semanas na cidade do Porto, e as ligações dos seus autores aos Super Dragões, são mais uma demonstração daquilo que por mais de uma vez aqui defendi: as claques não são todas iguais, e a diferença entre outras e aquela em particular, é proporcional à diferença que vai de um puto reguila a um criminoso.

3 Comments:

Anonymous Brytto said...

Só fica surpreendido quem ainda acredita em milagres, e já agora, no Pai Natal. Como tive oportunidade de escrever, não me embebedando com as sucessivas vitórias ilustradas com exibições mais que medíocres, mais tarde ou mais cedo a verdade (desportiva) tinha que vir ao de cima, e não é que veio!... Vamos ver, como eu profetizei, se a bomba não vai rebentar nas mãos do presidente, como parece já indiciar os comentários do nosso vedeta...

17.12.07  
Blogger LF said...

E se rebentar, rebenta nas mãos apropriadas.
Os meus "Comentários" não são de agora, com as derrotas, mas sim do início da temporada, ainda antes de começar o campeonato, quando se via aquilo que estava para acontecer.

De há dois anos para cá a gestão desportiva do Benfica tem sido caótica e parece digna de um qualquer sabotador.
Penso que já é altura de confrontar o presidente com as suas responsabilidades neste domínio, pois como eu disse, ele está lá há uns 7 anos, e o Benfica apenas conquistou um título, e mesmo assim de forma dramática.
A herança de Vale e Azevedo não desculpa tudo, até porque o problema nem tem sido propriamente de dinheiro.

Não retiro méritos ao seu trabalho de credibilização económico-financeira do clube, mas ou encontra rapidamente um director desportivo competente que o afaste do futebol, ou verá inevitavelmente o seu papel posto em causa no clube. E para mim, esta época (ou este fim de época, para ser mais claro) é o limite.

Recordo que o clube gastou este ano 30 milhões de euros em contratações, o que julgo ser record do futebol português.
Ainda não chegamos ao Natal e tanto o campeonato como a Liga dos Campeões e mesmo a Taça da Liga já se foram.

18.12.07  
Anonymous catn said...

LF

Não fiquei surpreendido com este resultado, toda a gente sabia que este jogo era muito complicado, parece que só os jogadores é que não percebiam isso

A equipa de Jorge Jesus, sempre foi uma equipa que sabe jogar bem á bola e o treinador é muito forte tácticamente, percebeu rapidamente como joga o Benfica, em qualquer dos sistemas tácticos de Camacho (442-433)sabia o que deveriam fazer para contariar este tipo de jogo

O Benfica só podia lutar pelo jogo se jogasse com a "garra" que nos tinha habituado nos ultimos jogos, esta equipa é muito irregular e paga esse defeito com pontos, com muitos pontos

BRYTO
A bomba vai rebentar nas mão de LFV, responsável pelo futebol do Benfica e unico responsável por esta época para esquecer, se não percebia de futebol, deveria ter delegado este cargo a alguem competente, nem que fosse estrangeiro

Eu aceito um erro na época passada, mas este ano foi "burrice", teimosia e prepotência, "cego não é aquele que não vê, é aquele que não quer ver" e o presidente do Benfica não pode ser cego, assim como sócios, acionistas da SAD e adeptos

Luís Filipe Vieira é um bom gestor do clube e da SAD, mas ruim chefe de departamento de futebol ou director desportivo, ele tem de perceber isso e ser humilde em aceitar a sua incompetencia

Entretanto lá vai mais uma época perdida, essa da Taça UEFA, é areia para os nossos olhos, ou será que acham, que podemos vencer a Taça UEFA, vá lá a Taça de Portugal, o que já não é nada mau e lutar pelo 2º luga da Liga BWIN, é triste mas é a realidade :(

18.12.07  

Enviar um comentário

<< Home