02/10/07

CHAMPIONS DE REGRESSO

Nada melhor do que uma jornada europeia para abafar as mesquinhas polémicas domésticas. Depois de uma primeira ronda extremamente negativa, diante dos cabeças de série dos respectivos grupos, as equipas portuguesas têm agora de começar a dar corda aos sapatos caso queiram mesmo seguir em frente na prova. Vejamos pois o que esperar de cada uma das partidas.

Após a derrota caseira frente ao Manchester United, o Sporting tem hoje o seu verdadeiro teste de fogo na Liga dos Campeões.
Em Kiev, uma derrota significará grandes problemas em alcançar o apuramento para os oitavos-de-final. Um empate poderá não ser mau, sobretudo tendo em mira o terceiro lugar e a Taça Uefa, objectivo bem mais realista para os leões.
O Dínamo é um clube com pergaminhos na Europa do futebol, mas neste momento está a atravessar uma fase de menor relevo, mesmo nas competições domésticas. Está já a dez pontos do Shakhtar Donetsk no campeonato ucraniano, e ainda na última jornada foi derrotado em casa pelo último classificado.
Não tenho grandes dúvidas em afirmar que o Sporting tem mais argumentos que os ucranianos, mas o ambiente, a temperatura, e a capacidade física das duas equipas podem ser factores a ter em conta, e a subverter a tendência do jogo.
Equipas prováveis:
DINAMO DE KIEV – Shovkovskiy, Markovic, Fedorov, Gavrancic, El Kaddouri, Gusev, Ghioane, Yussuf, Rincon, Milevsky e Shatskikh.
SPORTING – Stojkovic, Abel, Anderson Polga, Tonel, Ronny, Miguel Veloso, João Moutinho, Simon Vukcevic, Romagnoli, Liedson e Yannick Djaló.
PROBABILIDADES (1X2) – 30% ; 40% ; 30%

Tal como o Sporting, também o Benfica tem nesta jornada a necessidade imperiosa de pontuar. Se para os leões, jogando fora, um empate poderá agradar, os encarnados, na Luz, terão forçosamente de buscar uma vitória, até mesmo na perspectiva de um eventual terceiro lugar.
O campeão e líder destacado do campeonato ucraniano é uma equipa muito forte, que realizou um investimento colossal para a corrente época pensando sobretudo na Champions – contratando por exemplo dois jogadores para os quais o Benfica não teve dinheiro (Lucarelli e Willian) -, e trará decerto muitas dificuldades a um Benfica ainda a procura de si próprio. Como o Milan está acima da luta pelo apuramento, resta ao Benfica vencer, pelo menos, os restantes dois jogos em casa, onde se inclui necessariamente o de amanhã, caso queira pensar na fase seguinte.
Face a este panorama, as fragilidades ofensivas manifestadas nos últimos jogos não podem deixar de constituir cenário de preocupação. Veremos se a equipa de Camacho encontra finalmente a chave dos golos. Seria uma óptima ocasião para o fazer.
Equipas prováveis:
BENFICA – Quim, Nelson, Luisão, Edcarlos, Léo, Katsouranis, Maxi Pereira, Rui Costa, Di Maria, Cristian Rodriguez e Nuno Gomes.
SHAKHTAR DONETSK – Pyatov, Srna, Hubschman, Kucher, Rat, Lewandowski, Ilsinho, Fernandinho, Jadson, Brandão e Lucarelli.
PROBABILIDADES (1X2) – 35% ; 40% ; 25%

O F.C.Porto, já com um pontinho conquistado, e num grupo mais acessível, é aquele que tem razões para enfrentar esta jornada com maior optimismo. A equipa turca não parece adversário à altura de complicar as contas de F.C.Porto e Liverpool, devendo antes apontar para um eventual apuramento para a Uefa.
Mesmo levando em conta o frenético ambiente que os estádios turcos normalmente apresentam, não creio que o F.C.Porto, muito mais forte e experiente, se deixe surpreender pelo Besiktas. Um empate não é mau de todo, mas acredito que a equipa portuguesa possa chegar à vitória.
Equipas prováveis:
BESIKTAS – Arikan, Kurtulus, Diatta, Toraman, Uzulmez, Ozkan, Ricardinho, Cissé, Rodrigo Tello, Bobo e Delgado.
F.C.PORTO – Helton, Bosingwa, Stepanov, Bruno Alves, Fucile, Paulo Assunção, Raul Meireles, Lucho Gonzalez, Leandro Lima, Ricardo Quaresma e Lisandro Lopez.
PROBABILIDADES (1X2): 20% ; 40% ; 40%