02/04/07

ASSIM JOGARAM OS DRAGÕES

HELTON (5) Grande segurança, grande elasticidade, grande exibição. Sem culpa no golo, divide com Pepe o maior protagonismo da noite da Luz.
BOSINGWA (3) O retraimento de Léo permitiu-lhe uma primeira parte de grande exuberância. No segundo tempo com Simão, Rui Costa, Karagounis e o mesmo Léo a aparecerem-lhe frequentemente pela frente, foi-se arranjando como pôde.
BRUNO ALVES (4) Tem crescido muito. Entrou com uma carga violenta sobre Simão o que fez suspeitar que não terminaria o jogo. Soube serenar e partir para uma excelente exibição, sendo o complemento ideal de um super-Pepe.
FUCILE (3) Exibição discreta. Sem comprometer.
PAULO ASSUNÇÃO (4) Primeira parte notável na qual autenticamente secou Simão Sabrosa. No segundo tempo patenteou um grande desgaste físico, não deixando ainda assim de ser das unidades mais influentes da sua equipa.
RAÚL MEIRELES (3) Muito bem na primeira parte, acabou depois por sair lesionado. A equipa sentiu a sua falta.
LUCHO GONZALEZ (2) Além de muito apagado durante quase todo o jogo, acabou por num golpe de infelicidade meter a bola dentro da sua baliza, oferecendo o empate ao Benfica.
JORGINHO (3) Realizou uma boa primeira parte, tal como quase toda a equipa – o F.C.Porto valeu então muito pelo conjunto -, mas acabou perdido na torrencial avalanche benfiquista do segundo tempo. Bem substituído.
QUARESMA (3) Salvou a sua prestação pelos lances de bola parada de onde conseguiu sempre causar algum dano na extrema defensiva benfiquista. De resto pouco mais fez, denotando também algum desgaste físico.
ADRIANO (2) Falhou um golo aos 15 minutos permitindo a defesa de Quim quando seguia isolado, e daí em diante nem se teria dado por ele não fossem as constantes encenações de um teatro de péssimo gosto, com quedas e lesões simuladas que deixaram muito má imagem da sua presença na Luz.
CECH (2) Entrou para segurar as pontas do meio campo mas não conseguiu evitar que a pressão do Benfica se intensificasse.
ANDERSON (1) Entrou para queimar tempo, e quase marcava um golo após uma oferta de Léo.
RENTERIA (0) Uma nulidade completa. Falhou displicentemente o golo da vitória da sua equipa, nos últimos segundos de jogo.