07/11/06

TUDO TÃO FÁCIL...

Sporting e F.C.Porto concluíram ontem com vitórias por 3-0 (à semelhança daquilo que fizera o Benfica) mais uma jornada da Liga.
Tanto um como outro não necessitaram de muito esforço ou brilhantismo para alcançar os três pontos, pois quer Sp.Braga, exausto do decisivo jogo de quinta-feira para a Uefa, quer V.Setúbal, envolto em graves problemas disciplinares internos, foram pouco mais do que figurantes em duas partidas sem muito que contar.
Em Alvalade dois (!!) auto-golos abriram caminho à vitória dos leões, sendo que o terceiro golo deixou muitas dúvidas quanto à sua real existência, embora seja de dar benefício da dúvida à decisão do árbitro assistente, pois nenhuma imagem televisiva permite qualquer conclusão. Ainda assim, tendo em conta a extrema fragilidade com que os bracarenses se apresentaram, a vitória do Sporting não merece discussão.
Em Setúbal, dois golos nos primeiros seis minutos acabaram com as resistências sadinas e acabaram também com o jogo. Daí em diante o F.C.Porto pôde passear-se tranquilamente pelo relvado, num jogo tão enfadonho como as despidas bancadas do Bonfim numa chuvosa segunda-feira à noite. Em termos de espectáculo salvaram-se apenas os excelentes golos de Postiga e Quaresma.