13/03/12

TRANSPARÊNCIA

Creio que será pacífico considerar Melgarejo como o melhor jogador do Paços de Ferreira, e estou convencido de que vai fazer parte do plantel do Benfica na próxima época.

Mesmo assim, em jogo muito importante, o clube encarnado não colocou obstáculos à sua utilização como adversário. Foi dos melhores em campo, ia marcando um golo, e deu água pela barba a Maxi Pereira.

Ao contrário do que se vê habitualmente noutros clubes, não houve nenhuma gripe, nem nenhuma indisposição de última hora. Houve sim seriedade, de um lado e de outro.

Mas...na minha opinião, isto não deveria ficar ao critério da honestidade de uns, e da esperteza saloia de outros.

A coisa correu bem, e o Benfica ganhou. Mas o que diriam agora os benfiquistas se ele tem mesmo marcado, e com esse golo liquidado as esperanças na conquista do título?

E se ele tivesse a infelicidade de marcar um auto-golo? O que diriam os portistas?

Julgo que a utilização dos emprestados deveria estar regulamentada. Por exemplo, um máximo de um jogador por clube, a um máximo de três clubes, e utilização interdita contra a casa mãe.

Por mim, Melgarejo não deveria pois ter jogado contra o Benfica. Por mim, haveria um regulamento para o impedir de o fazer. A ele, e aos outros. Sem gripes, nem unhas do pé encravadas.

8 Comments:

Blogger jfk said...

Este jogo pode ter uma importância decisiva no título.

Se Melgarejo tem marcado e esse golo retirasse o título ao Benfica... tínhamos um belíssimo jogador queimado na Luz.

Felizmente correu bem, o homem fez um jogão, mostrou o extraordinário jogador que é, e, não obstante, o benfica ganhou!

13.3.12  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Ora aqui está um post muito bem escrito. Meu caro como faz estes exercicios muito sérios sobre o futebol convido-o a fazer uma súmula do que se passa nas outras ligas europeias. O nosso país só tem comparação com os do ex -leste

13.3.12  
Blogger Rogério Paulo said...

Concordo com tudo o que escreveste. O mesmo ando eu a dizer há 6 anos a esta parte! O nosso futebol é uma vergonha, mas ele há dirigentes "Papas" deste mm futebol que são agraciados e reconhecidos pelas Uefas e Fifas como grandes referências do panorama futebolístico europeu! Contra isto fazer o quê???...Temos todos os benfiquistas de ser unidos e qualquer que sejam as medidas a tomar ser em prol do clube e não das amizades menos claras como faz o sr. LFVieira.

13.3.12  
Blogger Runesocésio said...

Completamente de acordo no príncipio. Os números poderiam ser ajustados mas assim não havia esta desnecessária troca de bocas e casos que o são ou não são mas que dão sempre azo a especulações.

Não me lembro de alguma vez ter puxado tanto por um jogador do Benfica! ;) Infelizmente não o pude fazer pelo Urreta...

13.3.12  
Blogger No.Worries said...

ainda bem que ele jogou o que jogou. foi um verdadeiro demónio à solta. mesmo correndo riscos de ter "matado" o jogo e provocado a derota do SLB, prefiro esta postura do que a habitual postura dos andrades corruptos, que sempre que jogam contra um clube a quem têm jogadores emprestados, lá aparece a "lesão dourada", que no treino a seguir ao jogo já não há limitações.

13.3.12  
Blogger Mandrake said...

A questão é só uma: não deveria ser permitido aos clubes emprestar jogadores a clubes do mesmo escalão.

Se jogam contra os clubes de origem e a coisa "corre mal" foi porque "deram um jeito"; se não jogam é porque se inventaram lesões...
Seja como for, a verdade desportiva fica sempre beliscada.

Assim, cortem o mal pela raíz: empréstimos, só a clubes de outros escalões ou em ligas estrangeiras.

14.3.12  
Anonymous Brytto said...

Concordo em absoluto com o Mandrake, nada de empréstimos a equipas do mesmo escalão!!!! Façam equipas "Bs" e formem aí os jogadores ou então emprestem às divisões secundárias ou estrangeiras... Ta simples quanto isto!

15.3.12  
Anonymous Anónimo said...

Está-se a referir ao Urreta?

16.3.12  

Enviar um comentário

<< Home