04/01/12

...E TUDO TACUARA LEVOU



45 minutos em campo, dois golos espectaculares, um golo anulado, um remate por cima da barra, e guarda-redes obrigado a duas grandes defesas. Este foi o balanço do desempenho de Óscar Cardozo na estreia do Benfica na Taça da Liga 2012, e a ele se deve grande parte da vitória encarnada na noite de Guimarães.

É verdade que a expulsão de Pedro Mendes condicionou a equipa da casa. Mas foi a entrada extremamente afirmativa do paraguaio em campo que deu ao Benfica um triunfo que o coloca muito bem encaminhado para as meias-finais da competição. Até à aparição de Tacuara, e em quase toda a primeira parte, a exibição benfiquista fora apagada, e tão fria como a temperatura que certamente afastou muita gente das bancadas. Valera então a ineficácia vimaranense, e os apurados reflexos de Eduardo – mostrando-se, no Minho, um digníssimo substituto do grande Artur – para evitar males maiores. Mesmo com uma equipa muito parecida com a titular, e depois de se ter colocado em vantagem, o Benfica não conseguia mandar no jogo, nem evitar os ameaçadores ataques do adversário. O golo de João Paulo, logo a abrir o segundo período, trouxe a justiça que até ao intervalo se não fizera. Mas daí em diante, o filme foi outro.

A última meia hora trouxe os golos, que até podiam ter sido mais, e a espaços também algum espectáculo, a deixar água na boca para os próximos compromissos.

O Benfica entra em 2012 da mesma forma que saiu de 2011: a golear. Agora, em Leiria, com as festas natalícias já digeridas, e com as pernas mais soltas, numa jornada que pode ser chave, espera-se que a saga vitoriosa continue.

Já me esquecia de falar de Bruno Paixão. Esteve mal, prejudicando as duas equipas, e sobretudo o próprio jogo. Ficou na retina um penálti claro cometido sobre Nolito, já depois de algumas faltas assinaladas ao contrário. Javi Garcia terá de ser mais prudente, embora eu não defenda que um incidente daquele tipo seja motivo para expulsão. Sou adepto do Hóquei no Gelo, e embora ache que o Futebol não pode, nem deve, chegar àquele extremo, também não me parece que um simples desaguisado, um empurrão, uma canelada ou um encostar de cabeças deva ser confundido com uma agressão reflectida e deliberada. Esta opinião vale para todos os jogos.

6 Comments:

Blogger Patryck - Admin. said...

Participe do Super Quiz, desafio 4:
http://fcgols.blogspot.com/2011/12/super-quiz-desafio-4-bonus-epecial.html

Como são dados os pontos:
http://fcgols.blogspot.com/2011/12/super-quiz-primeiro-desafio-lancado.html

O Super Quiz não distribui prêmios, é apenas para distração de nossos leitores.


Bola Furada d'or, pior tombo de 2011:
http://fcgols.blogspot.com/2012/01/bola-furada-dor-primeira-postagem-do.html

4.1.12  
Blogger Coluna D'Águias Gloriosas said...

eheh sou adepto do hóquei no gelo ahah

também gosto caro LF:)

mas tu sabes tão bem como eu que o Javi Garcia não pode fazer aquilo e tem que ser avisado pelo Jesus...

o Javi tem que aprender a saber resistir ás provocações dentro de campo...

bom ano para ti e família, 1 abraço

4.1.12  
Blogger dezazucr said...

Coluna o Javi tentou apenas ganhar espaço.
O penalti que tentam descobrir com Maxi então é do mais ridículo que há. Então agora os jogadores do Benfica já não podem tocar nos outros?

4.1.12  
Anonymous Anónimo said...

"(...) também não me parece que um simples desaguisado, um empurrão, uma canelada ou um encostar de cabeças deva ser confundido com uma agressão reflectida e deliberada."

É impressão minha ou não foi nada disso que aconteceu ontem entre o Central do VSC e o Trinco do SLB? É que empurrões e desaguisados vi eu o mesmo central fazer a um central do SLB...

Mas é a diferença de "análises", fosse ao contrário era uma agressão bárbara! Expulsão! Assim é um simples desaguisado!

Já reparou que nos últimos 3 jogos do seu clube em 2 deles só chegam à vantagem depois de o adversário estar reduzido a 10? Coincidência? Vou tentar pensar que sim ;)

Bom ano!

4.1.12  
Anonymous Nós Sébio said...

Ainda mais engraçado foi ver os comentadores da SIC-N a tentar transformar o lance do Javi em penalty, "esquecendo" que a bola estava parada e que a área era a do VSC... No mesmo "debate", o Ribeiro Cristovão teve ainda o descaramento de defender que o Nolito devia ter sido expulso no lance em que sofre penalty. Com jornalistas destes, quem precisa de adeptos?

5.1.12  
Anonymous Nuno Figo said...

Não creio que o lance de Javi Garcia fosse para expulsão. Fartamo-nos de ver situações daquelas em bolas paradas... que inúmeras vezes resultam em amarelo para os dois jogadores!

O que houve neste caso foi um imenso teatro do jogador vimaranense. Mas admito que Javi tem que ser mais cauteloso, porque ser do Benfica não é o mesmo que ser do FCP (situações daquelas, para um Fucile ou Sapunaru - ou puxando pela memória, um Bruno Alves, Jorge Costa, Paulinho Santos, Aloísio, etc. - seriam apenas motivo para encolher os ombros).

Quanto ao jogo, foi uma boa vitória do Benfica, num estádio sempre difícil, contra uma equipa de Guimarães recheada de bons jogadores. O Vitória terá feito o melhor jogo da sua época, pondo em campo toda a garra que sempre "encontra" nos jogos contra o SLB (topa-se a milhas que Nuno Assis e Alex, em particular, vêm nestas partidas um ajuste de contas particular contra os encarnados).

Palmas para Cardozo que mostrou pela enésima vez o seu enorme valor como "matador". Se o golo de pé esquerdo foi bonito, ainda mais gostei do golo de cabeça - é raro ver Tacuara a concretizar bolas pelo ar de forma tão perfeita e eficaz.

Num sorteio da Taça da Liga que ditou 4 grupos com graus de dificuldade aberrantemente distintos, ficam as portas abertas para o apuramento do SLB. Marítimo e Santa Clara, na Luz, são os próximos passos.
O FCP tb não terá dificuldades em passar, batendo Estoril e Setubal em casa.
Já o Sporting poderá ver-se ultrapassado pelo Rio Ave, mesmo que não perca pontos contra Moreirense e Gil Vicente.
Quanto ao Braga, com a vitória obtida frente ao Nacional, está nas meias. O resto do grupo é uma piada.

5.1.12  

Enviar um comentário

<< Home