08/06/11

UMA NOVELA OU UM NOVELO?

O Real Madrid quer Fábio Coentrão. Fábio Coentrão quer ir para o Real Madrid. O Benfica precisa do dinheiro da transferência.



À partida, o cenário não deveria trazer complicações, e mais milhão menos milhão, o jogador estaria em breve às ordens de Mourinho, com o Benfica a encaixar uma verba compensadora.



O que terá perturbado tudo isto, de modo a termos de assistir, entristecidos, a declarações precipitadas, processos disciplinares, e contra-comunicados?



Não sei, mas tenho as minhas suspeitas. Não gosto de Jorge Mendes, assim como não gosto (nada mesmo) de qualquer empresário de jogadores, agora pomposamente chamados de “agentes-Fifa”, e que mais não são do que aves de rapina num universo de espectáculo para o qual nada contribuem – não jogam, não treinam, não dirigem, não apoiam, mas enriquecem, e muito. São a face negra do futebol. Neste caso, por exemplo, ninguém me vai conseguir explicar qual a utilidade de um intermediário: Mourinho conhece o jogador, o jogador conhece Mourinho, Benfica e Real conhecem-se, e têm boas relações.



Não é a primeira vez que este tipo de novela sucede, nem decerto será a última. Enquanto existirem estes parasitas a viver do constante corrupio de transferências, clubes e jogadores não terão tranquilidade, e o futebol, mais do que um desporto, mais do que um jogo, mais do que um espectáculo, será um negócio, e dos escuros.



Neste caso particular, ao Fábio aconselharia calma, fazendo-lhe ver que o seu sonho não está em causa, que o Benfica apenas quer, de forma legítima, esticar a corda até ao valor da cláusula, e que qualquer declaração precipitada pode prejudicar a negociação, afectando também a imagem que construiu junto dos adeptos. Ao Benfica aconselharia habilidade e precaução no tratamento do caso, sabendo-se que o jogador, perante a possibilidade Real, jamais quererá ficará na Luz (ou seja, a transferência será, a bem ou a mal, consumada), sendo também de evitar uma atitude de hostilidade, quer para com um ídolo das bancadas (e Fábio Coentrão é, certamente, o jogador mais querido do plantel actual), quer para com um clube gigante, de expressão mundial, com o qual existem portas abertas que interessam preservar.




PS: Como qualquer português que se preze, tenho alguma simpatia pela Académica. Nunca percebi como mantinha à frente dos seus destinos uma figura sinistra e rasteira como José Eduardo Simões. Por maioria de razão, ainda estranho mais que o tenha agora reeleito. Há algo na fantástica cidade de Coimbra (juntamente com Évora e Guimarães, as melhores e mais belas do país), que eu não conheço, ou não compreendo.

13 Comments:

Anonymous Alexandre said...

Boas,

Acredita que neste momento o que menos me apetece é defender o Mendes. E concordo que muitos empresários são uns parasitas e, pior, exploradores de pessoas (basta pensar nos mil casos de jogadores africanos ou brasileiros deslocados e abandonados). Mas, também há que dizer, que eles são muito úteis aos clubes quando querem colocar jogadores e ninguém aparece do vazio e se os jogadores ganham os valores que ganham hoje, deve-se aos empresários. E, diga-se, se há quem deva ganhar uma fatia importante de todo o dinheiro que existe no futebol são os jogadores. Eles é que jogam.

É muito fácil diabolizar os empresários, basta não pensarmos quando dão jeito ao nosso clube ou quando só pensamos na perspectiva dos interesses do nosso clube. E, lamento muito, mas o Coentrão é adulto e vacinado. Ele pode dizer que não. O Ramires, o David Luíz e o Di Maria também têm empresários e não me lembro de os ouvir dizer seja o que for.

Sejamos sensatos e deixemos-nos de bodes expiatórios.

Saudações,
Alexandre

8.6.11  
Blogger Zelxandre said...

Boas,

A diferença desta trasnferência para com as de Ramires, D. Luiz e Di Maria é que LFV não tem margem de manobra depois de uma época frustrante a todos os níveis e não pode vender abaixo da cláusula de rescisão como aconteceu com os anteriores negócios.
O Real/J. Mendes/J. Mourinho estavam à espera que isso acontecesse e pensavam gastar no máximo os tais 25M e eventualmente mais um jogador.
Agora LFV vai ter que vender abaixo da cláusula, porque precisa do dinheiro e porque o jogador quer sair...

PS: Numa perspectiva mais maquiavélica até se poderia dizer que isto estava combinado entre todos, para que o F. Coentrão seja vendido abaixo da cláusula... Veremos.

8.6.11  
Anonymous Peter said...

Na minha opinião caro LF o problema no meio disto tudo deve-se a este facto o Fábio por muito bom jogador que seja vai ser suplente no Real Madrid e o Real como é óbvio dever ter dito ao Jorge Mendes e ao Mourinho sim sr. contratamos o Coentrão mas só se for abaixo da cláusula de rescisão porque não estamos para dar 30 milhões de euros por um suplente (não estou a ver o Caxineiro tirar o lugar ao Marcelo nem ao Dí María mas sim substituí-los na rotação de jogadores que os treinadores de topo fazem).E como o Benfica que deve estar em processo negocial não assumido não desce a cláusula, o Jorge Mendes e o Mourinho que já fizeram isto ao Benfica no defeso de 2004/05 com o Tiago estão a pressionar o Coentrão para este forçar a saída e este por sua vez emite as declarações desreiptuosas no jornal espanhol que todos vimos.Por mim 25 milhões de euros e o Garay (porque o Luisão precisa de 1 bom central ao seu lado) já era bom negócio se o Real nem isto quiser dar, paciência o Fábio vai ter que ficar mesmo contrariado, ou então vende-lo a outro clube que pague a cláusula porque creio que haja mais interessados.Acima de tudo o Benfica tem é que ter em conta 1 substituto para uma eventual venda do Fábio.De resto como é óbvio estou muito triste com a atitude do Fábio e já agora com a suposta dispensava do Nuno Gomes que é bem melhor que o Kardec por exemplo.

P.S.-Em relação á Académica estou de acordo consigo, eu como nasci em Coímbra tenho especial carinho pela aquela associação e acho que o recentemente re-eleito presidente é uma personagem tenebrosa, desde logo tem boas relações com o padrinho logo não é flor que se cheire.

8.6.11  
Blogger Pancho7 said...

Começa-se a desenhar o Benfica 2012.
GR - Roberto e Artur

DD - Maxy e Wass
DC - Luisao, Jardel, Miguel Vitor e Garay?
DE - Carole e ???

MD - Javi e Matic
MC - Martins, Amorim, Bruno Cesar, Aimar, David Simão
ME - Gaitan e Nolito
MD - Enzo Perez e Mora?

AC - Cardoso, Saviola, Jara

Em suma, precisamos de um jogador para substituir a inevitável saída do Coentrão e um PL de área caso se confirme a saída do Cardoso. Para o centro da defesa Jardel da garantias mas Garay era bem vindo.

8.6.11  
Blogger LF said...

Alexandre,

É verdade que os empresários por vezes são úteis aos vários agentes (jogadores, treinadores, dirigentes) Mas creio que o futebol passava bem sem eles.
Ajudam os jogadores a cobrar mais dinheiro, os clubes a movimentá-lo, mas não trazem nada a quem gosta do jogo.
Ainda por cima, são todos tipos verdadeiramente insuportáveis, como este Mendes, o Veiga ou o Barbosa.

8.6.11  
Blogger LF said...

Zelxandre,

Creio que 25 milhões mais Garay não seria um mau negócio.
Acho natural que a direcção pretenda esticar o preço ao máximo, mas deve ter algum cuidado.

25 milhões por um defesa é um valor extraordinário. Não podemos comparar o mercado de hoje, com o de 2004, quando Paulo Ferreira valia 20 milhões.
Hoje as coisas estão muito mais retraídas, e ninguém paga tanto dinheiro por um defesa-lateral.

8.6.11  
Blogger LF said...

Peter,

Eu francamente acho o Fábio Coentrão muito melhor que o Marcelo.
Embora este tenha crescido muito na última época, creio que continua a ser das posições pior preenchidas no Real Madrid.

8.6.11  
Blogger LF said...

Pancho7,

Acho que o Mora é ponta-de-lança.

Quanto aos centrais, não estou de acordo que o Jardel dê garantias.
É um jogador razoável, que pode crescer, mas não tem condições para ser já o titular.
Não esqueçamos os 19 jogos consecutivos a sofrer golos com que terminámos a época.

E, por mim, ainda prefiro o César Peixoto ao Carole (que, no meu ponto de vista, era de emprestar para rodar)

8.6.11  
Anonymous Anónimo said...

Bem já sabemos que o Coentrão nao se cala e que ainda nao tinha nascido e já era do R.Madrid e tal e tal que até já enjoa esta novela, mas há uma nuance : Porquê que se tenta passar sempre a imagem que o benfica precisa muito muito muito muito urgente de dinheiro???Toda a gente sabe que o benfica precisa de dinheiro mas os Ótários do Porto tambem nao precisam quando estão a vender jogadores? que eu me lembre quando os Corruptos estao a negociar jogadores nunca se diz ou aborda o tema que os Corruptos precisam do dinheiro... Algo para reflectir e reflectir...

Mig@s

9.6.11  
Anonymous Anónimo said...

académica, nacional, braga, olhanense, todos eles meros satélites dos corruptos.

e o sporting parece ser ainda cúmplice.

9.6.11  
Anonymous miki said...

O facto de não simpatizares com o Mendes tem alguma a ver com a tua relação com o José Veiga?

9.6.11  
Anonymous Anónimo said...

Caro LF,

Tenho visto os blogs benfiquistas muito silenciosos quanto a uma forma de actuar do corrupto-mor pinto da costa, que passa por controlar directamente os clubes através dos dirigentes e treinadores. Ou seja, para além dos árbitros, controlam-se directamente mais de metade dos clubes da I Liga.

Veja-se o caso da Académica e da reeleição do Sr. Simões e da contratação de Pedro Emanuel, ex-adjunto de André Villas-Boas. E, assim, de repente, lembro-me das seguintes alianças/clubes satélites: braga, académica, sporting, olhanense, nacional, setúbal e leiria.

E assim se tem o campeonato praticamente garantido logo de início. Nem o Barcelona ou Real Madrid conseguiriam ser campeões em Portugal.

Saudações benfiquistas,

Galrinho

9.6.11  
Blogger LF said...

miki,
Não tenho qualquer relação com o Veiga, nunca o vi à frente, nunca falei com ele, e nem sequer gosto dele.

10.6.11  

Enviar um comentário

<< Home