18/04/11

POBRE LIGA

Semana a semana, o campeonato lá se vai arrastando penosamente até a um final que parece nunca mais chegar.

O título ficou decidido em Setembro. Três arbitragens devastadoras para o Benfica, e outras tantas cirurgicamente favorecedoras do FC Porto, cavaram uma distância que muito dificilmente poderia ser revertida. A partir daí, só a conjugação de um super-Benfica com o FC Porto menor, poderia alterar o rumo traçado. Não aconteceu, nem uma coisa, nem outra. O consequente empolgamento (e também qualidade) do conjunto portista fez o resto.

Por mim ter-se-ia entregue o troféu ao FC Porto logo à quarta jornada, poupando os portugueses a este longo e penoso embuste.

Não adianta muito voltar a publicar a classificação real. Desde Braga (há seis jornadas atrás) o Benfica desistiu (e bem) de lutar. Não faz sentido considerar uma diferença de pontos onde entrem jogos com as características do Naval-Benfica, ou do Benfica-Portimonense. Com outra classificação de base, seriam seguramente partidas bem diferentes daquilo que foram.

Nesta jornada houve dois erros gravíssimos. Não pelas suas consequências, mas antes pela clareza das situações. Falo do golo anulado a Aimar, e do penálti perdoado a Rolando. Para efeitos estatísticos, diga-se que se tratou do sexto (!!) golo mal anulado ao Benfica, e do sexto (!!) penálti por assinalar contra o FC Porto. No caso da mão de Rolando, mais grave que o próprio erro do árbitro, foi o espantoso comentário que ouvimos, incrédulos, a José Alberto Costa na Sport Tv. Chega a ser intrigante como alguém, depois de ver as várias repetições televisivas, consegue achar que aquele lance não é merecedor de grande penalidade. Mas, enfim, se há coisa em que a Sport Tv nunca se distinguiu foi na qualidade dos seus comentadores e convidados (ter Pedro Henriques como comentador das noites europeias é algo que deveria envergonhar uma estação detentora dos direitos dessas provas).

Não irei dizer muito mais acerca dos dois jogos. Nem sequer fui à Luz, e do que vi da tarde-noite televisiva realçaria apenas as exibições individuais de Carlos Martins, Falcão e Rui Patrício.

Num fim-de-semana com pouco interesse competitivo, nem um atípico e quase insignificante Real Madrid-Barcelona se salvou. Na quarta-feira regressa o futebol a doer.

10 Comments:

Anonymous Peter said...

Esta jornada foi bem simbolica do que se passou esta epoca, estou para ver o que e que os comentadores submissos do scp ao fcp tem a dizer sobre o que passou,simplesmente vergonhoso.

18.4.11  
Blogger jfk said...

Como é que é possível um árbitro ver um lance como o de Rolando, dizer que viu e que não é nada?

E os comentadores? Bem, desses nem é bom falar.

Na realidade alinham todos pelo mesmo diapasão: precisam ambos, árbitros e comentadores, de manter o (mesmo) patrão agradado com as suas exibições.

18.4.11  
Anonymous Anónimo said...

Claro q foi intencional...então, a ganhar 3-2, aos 91m, dentro da área, sem ninguem a pressionar, é claro que o Rolando jogou a bola com mão de propósito. Claro, tem toda a lógica. Então não foi? Claro q sim....ele jogou a bola com a mão para...deixa ver, sei lá. Olha, para ver se a bola tava cheia e se pinchava muito. É isso...foi isso foi, já me lembro. Ele jogou a bola com a mão de PROPÓSITO para ver se ela tava cheia. Bem me parecia q tinha sido de propósito. Até pq, com aquel toca na bola ele evitou qq coisa, q não me lembro bem o quê. Mas evitou. Daqui bocado já me lembro.

18.4.11  
Anonymous EAGLEHEART said...

Meus amigos Benfiquistas não SE ILUDAM. SOU UM PESSIMISTA CRÓNICO, QUASE DOENTIO da mesma forma como doente sou pelo grande Benfica. sim é verdade e por isso é que penso que na proxima quarta feira nem iremos vencer o jogo aos corruptos, como nem sequer iremos passar á final da taça de Portugal. os Cabrões dos corruptos estão moralizados e a vitória na Luz foi o tónico que eles precisaram para voltarem a acreditar ser possivel eliminarem o glorioso e depois temos um outro problema bem mais sério do que a moralização dos corruptos que é o Jorge Jesus mais uma vez irá se armar em Cagalhão, não irá poder colocar a melhor Equipa em campo e vai-se por a inventar pseudo tacticas de merda, que nestes jogos grandes tantos dissabores nos tem trazido. seria para mim um orgasmo de prazer afastar estes animais da final da taça de portugal mas sinceramente não acredito. este já não é nem de perto nem de longe o enorme Benfica do mes de fevereiro. e depois nem sequer acredito que o estadio estará cheio para pressionar aqueles Cabrões e incentivar os nossos. desculpem mas estou extremamente pessimista em relação a esta parte final da época e a lesão do Sálvio foi para mim a machadada final.

18.4.11  
Anonymous Anónimo said...

dos comentadores benfiquistas da sic nao protestas tu. eu quero ver se o braga amrcar ao benfica para a liga europa se ele vai festejar como festejou os golos do benfica

18.4.11  
Anonymous Anónimo said...

E por que não realçar entre os melhores o próximo recordista mundial de velocidade de seu nome Sereno? Para quarta-feira mais que pôr em campo os Aimares, Saviolas, Coentrões ou Gaitans, o melhor será colocar os melhores velocistas da equipa de atletismo ou por que não, Jardel por Jardel o Fábio Jardel, o Hugo Gaspar, o Carlos Carneiro ou o Claudio Pedroso. No final Futebol, Vólei ou Andebol acaba por ser tudo a mesma coisa .... quando entra em campo o clube do Freixo.

Cumps
FP

18.4.11  
Blogger No.Worries said...

As arbitragens cirurgicas a favorecer o clube corrupto foram bem mais do que 3!
O Benfica bem tentou ser super (dois meses seguidos sempre a ganhar) até aparecer o xistra em braga.
Esta jornada foi um bom exemplo do que tem sido este campeonato: na Luz, o mesmo àrbitro que no ultimo fcp-setubal inventou um penalty a favor do clube corrupto e mandou repetir um penalty a favor do setubal até ser falhado, ontem anulou um golo totalmente limpo ao Benfica.
No campo do clube corrupto, o mesmo àrbitro que em paços de ferreira assinalou um penalty a favor do clube corrupto por PÉ na bola, ontem não marcou um contra o mesmo clube por mão flagrante do rolando dentro da sua àrea. E este rolando pode ser um case study! Penso que foi a 4ª vez que jogou andebol dentro da sua àrea neste campeonato e nem um penalty foi marcado.

18.4.11  
Anonymous Miguel said...

Caro anónimo,

Relativamente ao lance do suposto penalty é claro que a bola não vai à mão... a mão é que vai ao encontro da bola! É falta clara em qualquer campo de futebol exceptuando no curral do freixo! Tal como já aconteceu várias vezes esta época!
Aquilo não seria penalty...teria que ser lançamento de 3 metros porque o rolando estava a jogar basquetebol!

18.4.11  
Anonymous Anónimo said...

e o lance da lesão do helton
, em que a "falta" foi cometida pelo guarin e a bola ficava para um jogador do sperding de baliza escancarada? isso também não é escandaloso?

19.4.11  
Anonymous the_passenger said...

«e o lance da lesão do helton
, em que a "falta" foi cometida pelo guarin e a bola ficava para um jogador do sperding de baliza escancarada? isso também não é escandaloso?»

Na minha opinião esse lance ainda consegue ser mais escandaloso que o lance da mão na bola do Rolando...

23.4.11  

Enviar um comentário

<< Home