09/04/10

CONDIÇÕES NECESSÁRIAS

Com a lei Bosman as diferenças entre os campeonatos europeus acentuaram-se, e a vida tornou-se manifestamente mais difícil para os clubes de países semi-periféricos como Portugal.
Multinacionais riquíssimas, com planteis de luxo, passaram a discutir entre si o protagonismo internacional, e só episodicamente esse predomínio foi posto em causa. O FC Porto de Mourinho foi um exemplo, o Benfica de Jesus não o conseguiu ser. Duas grandes equipas, dois contextos diferentes.
Para um clube português (ou grego, ou turco, ou holandês) romper a hierarquia estabelecida, será necesário responder a quatro condições fundamentais:
1) ter uma grande equipa e um grande treinador;
2) ter sorte nos sorteios, evitando os mais perigosos adversários, e esperando que eles se eliminem entre si;
3) ter total disponibilidade física e anímica para enfrentar o desafio europeu, o que pressupõe a possibilidade de aligeirar a frente doméstica (quer fruto de uma larga vantagem pontual, quer, pelo contrário, por estar fora da respectiva corrida);
4) ter sorte nos momentos decisivos das partidas contra os mais difíceis adversários.
O FC Porto de José Mourinho dispôs de todas estas permissas a seu favor, o Benfica de Jorge Jesus só conseguiu a primeira. Um ganhou a Taça Uefa e a Liga dos Campeões, outro ficou, para já, pelos quartos-de-final da Liga Europa.

13 Comments:

Blogger BT26 said...

Em relação ao 3 ponto se recordarmos que o braga nas 3 primeiras jornadas devia ter empatado e teve 3 vitorias(podia ser mais certeiro e dizer que um dos jogos até devia ter sido uma derrota pois o arbitro não marca um penalti contra o braga nos últimos segundos e depois vai marcar um penalti não existente dando assim a vitoria)e juntarmos a estes 3 o jogo em que marcam o golo da vitoria com a bola a passar por fora do campo, e o jogo passado, em que devia ter sido 2-2(tu dizes 1-2 mas há um penalti que ficou por marcar a favor do braga antes dos outros), estaríamos a falar de 10 pontos a mais, se juntarmos o primeiro jogo do campeonato em que não foi marcado um penalti nos últimos minutos que nos daria a vitoria e o jogo contra o setúbal que só foi marcado 1 dos 4 penaltis, estaríamos a falar de uma diferença de 14 pontos o que a juntar com os 6 que temos daria 20 de diferença, e faltando 6 jogos(isto antes da naval, mas já depois do jogo do braga-Guimarães) estaríamos a falar de sermos já campeões(18 pontos em disputa com 20 de avanço) poderíamos ter jogado contra a naval com uma equipa totalmente diferente,isto faria com que pudéssemos jogar contra o liverpool com todos os jogadores com uma semana inteira de descanso. E claro que seria diferente...

Em relação ao porto e neste mesmo ponto, as escutas falam por si. Porque será que o mourinho nunca mais conseguiu ganhar o que ganhou com o porto estando em equipas muito melhores?

Benfica sempre.

9.4.10  
Anonymous Joao Dias Pereira said...

YOU'LL NEVER WALK ALONE!!!

9.4.10  
Anonymous Vitória do Benfica said...

Grande Equipa. Grande Treinador. Má sorte ? ainda conseguimos ganhar ao Liverpool em casa. Há quatros anos conseguimos ganhar ao Liverpool em casa e na Luz. ~Continuo a dizer vejo são as condições técnico cientificas. E é nessas que temos de apostar como a ESpanha faz. A ligação do desporto aos centros de saber aos laboratórios é fascinante e impressionante

9.4.10  
Anonymous Anónimo said...

E a final do Sporting?

9.4.10  
Blogger LF said...

O Sporting também tinha uma excelente equipa (P.Barbosa, Liedson, Polga, H.Viana, Sá Pinto, J.Moutinho, Rochembach, Rui Jorge, Ricardo), praticou o melhor futebol dessa temporada, e teve também sorte nos adversários que apanhou.
E por causa da aposta na Europa perdeu o campeonato e...a Europa.

Mas a Taça Uefa agora está muito mais forte do que nessa altura.

9.4.10  
Anonymous Friend said...

Mas a Europa esta mais forte, só gostava de saber porque?!

E Mourinho de facto eliminou o MU na casa deles e teve sorte?!

Por favor...a competencia nao se pode confundir com sorte.

Quem muda a defesa quase toda num jogo, não pode falar de sorte ou azar, mas sim na outra.

Abraço

10.4.10  
Blogger cj said...

o fc porto foi campeão europeu.
o benfica chegou aos 1/4 final da liga europa.

detectas as diferenças?

10.4.10  
Blogger M. said...

LF:
Há mais pormenores. Por exemplo, se antes de um Beira Mar - Porto, puder receber o árbitro em casa e alinhar com o Secretário porque sabe que não vai perder o campeonato por se poupar para a Europa é uma coisa. Se, por outra, antes de ir à Figueira, o seu rival ganhar de arma em punho para conquistar mais três pontos e manter a pressão, fazendo com que não possa poupar ninguém 3 dias antes de Anfield, é outra coisa.
São detalhes.
Lamento ter violado a lei "não se pode discutir os êxitos daquela equipa do Mourinho".
É por isto que temos de ser campeões anos e anos. Retirar-lhes a mama dos árbitros, dos jornalistas que não reparam nisto. É preciso ganhar a sporting, braga e porto, que só pensam - incessantemente - em parar-nos. Todos contra o Benfica. E o Benfica tem de ganhar. Só quando percebermos que temos uma guerra entre as mãos e que é nela que temos de nos concentrar é que podemos um dia pensar na Europa.

10.4.10  
Anonymous Joao Dias Pereira said...

se apanhar um Man Utd logo nos oitavos-de-final da Champions é sorte, tem de me dizer o que é azar LF...

10.4.10  
Anonymous Anónimo said...

apanharam com o MU e passaram graças a um golo ridiculamente mal anulado... e a expulsão do jorge andrade por dar um toque no deco?

10.4.10  
Blogger troza said...

A sorte não foi apanhar o MU... a sorte foi apanhar aquele arbitro russo (golo mal anulado ao MU que fazia o 2-0, uma expulsão perdoada por entrada barbara a Cristiano Ronaldo que o tirou do jogo minutos depois de entrar, o golo do Porto nasce de uma falta que não existe...).

E sim, o resto foi sorte: Lyon com o melhor jogador a vir de uns quantos meses lesionado e Deportivo da Corunha... e também se pode dizer o Mónaco, que não tinha tão boa equipa como tem hoje o Marselha mas o treinador era o mesmo...

Se queres a prova, tens o 3-1 que o Real Madrid do Carlos Queiroz arranjou na visita ao Dragão...

10.4.10  
Anonymous Anónimo said...

oh troza, o real madrid deu 3-1 nas ANTAS, (isto aqui é so malta que sabe muito mas chega-se ao fim nao sabem nada)mas quem foi campeao europeu foi o fcp . e o resto é letra meus amigos. vao dizer que o PC tambem comprou o arbitro que foi apitar a manchester? é que se acham que o roubo foi tanto, que dizer do chelsea-man utd nas meias finais do ano passado? o presidente do man utd tambem comprou o arbitro pa ir ganhar ao chelsea? WQuanto aos sorteios, o porto comprou as bolinhas?nao pois nao? isso é inveja meus amigos e inveja é feio.

Só um aparte, reparem que a vitória, a mostrar o seu profundo conhecimento do futeol, escreveu "conseguimos ganhar o liverpool em casa e na LUZ".

LF, nao acha que está com as palas demasiado vermelhas?para bem do blog, comece a escrever as coisas como elas são e pare de arranjar desculpas para quando o benfica perde. Perdeu em Liverpool, INFELIZMENTE, pois gostava que fosse longe, está perdido. é mesmo assim. vem agora com as desculpas dos sorteios porque? teve azar no sorteio? teve. mas mostrou que tem uma grande equipa e que talvez sem cansaço, e sem algumas invençoes do Jorge Jesus tivesse ido mais longe.

Cumprimentos

12.4.10  
Anonymous Joao Dias Pereira said...

Antes de mais, mesmo que seja sorte fomos Campeões Europeus! Não me importa. Ninguém nos pode tirar essa alegria, que vocês nunca viveram(poucos, se algum visitante do blog vibrou com as vossas vitórias do século passado).
O Lyon, sem esse jogador deu 4-0 ao Milan...

Depois, o Monaco tinha má equipa? Realmente tinha, só havia lá alguns jogadores que no ano seguinte se transferiram para grandes clube europeus e outros ainda que estavam no auge da carreira... Vejamos:
- Roma na baliza (hoje no Milan);
- Evra (dispensa apresentações);
- Squillaci (internacional francês);
- Giuly (transferiu-se para o Barcelona logo a seguir);
- Prso (na altura em grande forma, marcou 4 golos ao Deportivo);
- Morientes (também dispensa apresentações);
- Adebayor (conhecem? Sim, aquele que joga agora em Inglaterra);
Como vêem são poucos os jogadores que faziam diferença nesta equipa...

12.4.10  

Enviar um comentário

<< Home