CABEÇADA NA EUFORIA

Sem Cardozo (e sem marcar), sem Luisão (e a sofrer golo de cabeça), com Saviola e Di Maria a meio gás, e com Aimar sem gás nenhum, o Benfica desta noite – sobretudo o da primeira parte - foi uma sombra da equipa dominadora e empolgante que tem encantado os adeptos.
A pausa competitiva talvez tenha feito mal ao conjunto de Jesus, sobretudo aos seus jogadores mais criativos. Mas não deixa de ser preocupante o facto de, em 225 minutos de futebol sem Óscar Cardozo, o Benfica ter marcado apenas um golo (o de Javi Garcia à Naval).
Nuno Gomes já não é matador e nunca foi guerreiro, Keirrison demora a entender o jogo colectivo, e até Saviola sente a falta o parceiro habitual. Sem Tacuara, faltam espaços na área (que só ele cria), e falta eficácia na concretização (que só ele assegura). A sua ausência deixou um fantasma do qual o Benfica nunca se libertou, nem mesmo quando o seu caudal de futebol ofensivo – fruto, sobretudo, da acção dos suplentes Felipe Menezes e Weldon, se acentuou.
O golo vimaranense não aconteceria com Luisão em campo (embora Moreira também não fique bem na fotografia). É raro, muito raro, o central brasileiro permitir tamanhas liberdades no espaço aéreo da sua área, local onde é rei e senhor. Sorte é o Sporting não ter no jogo de cabeça uma das suas principais armas, pois caso contrário o jogo de Alvalade poderia transformar-se num calvário.
Se juntarmos a estes dados uma equipa do V.Guimarães organizada, forte fisicamente, rápida a sair para o contra-ataque, e também, no último terço do jogo, cínica e descarada na forma como fez passar o tempo (sempre com o beneplácito de Elmano Santos, e de um auxiliar tipo anos noventa, sempre zeloso em parar o ritmo do Benfica, e empurrar o jogo para perto da área de Moreira), temos um caldeirão de motivos para explicar o resultado final.
A taça era um objectivo confessado, e por isso não há como dourar a pílula. A derrota de hoje é frustrante, e deixa a boca muito amarga.
Não creio que seja demasiado importante vencer este troféu quando se é campeão. Mas permanecer em prova era um precioso escape para o caso do campeonato acabar por correr mal, pelo que a competição principal irá tornar-se agora ainda mais dramática e decisiva para a época encarnada.
Da prestação do próximo sábado se inferirão as reais consequências desta eliminação: acidente de percurso ou efectiva queda de forma? Alvalade responderá à questão.

25 comentários:

LF disse...

Aviso desde já que não permitirei provocações, sobretudo anónimas, a este post.
Este é um espaço de benfiquismo, e a caixa de comentários não se irá seguramente tornar num espaço de anti-benfiquismo.
Quem quiser discutir o jogo, mesmo em tom crítico, mas sério, é bem vindo. Quem quiser provocar ou dar largas aos suas complexados e retorcidos rancores, será implacavelmente apagado.

Jotas disse...

é com muita mágoa, que mais uma vez não vou ver o meu clube ao Jamor, paciência, há apenas que dar os parabéns aos vencedores, neste caso ao Guimarães, que sabendo defender bem, com alguns momentos de felicidade, foi uma equipa inteligente e que soube sempre sair a jogar em futebol apoiado.
De qualquer modo, quero salientar, que não jogando muito bem,houve uma coisa que gostei e que no fundo tem sido a marca deste Benfica, os jogadores lutaram, deram tudo, com uma grande atitude, mas nem sempre se ganha e a continuar com esta postura, a equipa terá sempre o meu apoio e julgo que da maioria dos benfiquistas.

Max Power disse...

Derrota frustrante, mas longe de ser preocupante.
Preocupante seria ver a equipa a não jogar futebol como acontecia há bem pouco tempo com os 2 espanhóis anteriores.
Apesar de não ter feito uma exibição brilhante, a equipa acaba por fazer um jogo positivo, tentando sempre dar a volta ao resultado.
Acabou por faltar a pontinha de sorte que nos acompanhou por exemplo em Guimarães.
É sempre mau falhar objectivos... Sem dúvida que sim! Mas os 2 principais objectivos continuam a ser o Campeonato e a Europa.
Espero outra reacção positiva já contra essa máquina de jogar futebol, que se viu à rasca para eliminar os Honrados Pescadores.

Abraço

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

Petição em:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

augusto rodrigues disse...

O Benfica sofreu um golo com o árbitro a não assinalar 2 faltas piores do que aquela que o árbitro em Braga "viu" para anular o golo deLuisão.
-Empurrão ao Javi Garcia que o impediu de cabecear (estava à frente do Gustavo) e carga pelas costas ao Coentrão)-.
Por estas e por outras é que....

Jorge Pereira disse...

Caro LF
Muito bem. É assim mesmo que se marca o território! Como benfiquista estava farto de ler as atoardas costumeiras não só de alguns "anónimos" mas também dos estorninhos, eduardos, etc.. que nada mais fazem que vomitar um ódio cego ao Sport Lisboa e Benfica!

Vitória do Benfica disse...

Caro Luís
Concordo com o título do seu Post e com o que escreve sobre quem vai comentar o seu Post. Na realidade não deviam ser publicadas provocações neste blogue.

Quanto ao jogo várias coisas aconteceram. Não considero tanto a culpa da equipa de arbitragem, tivesse o Benfica jogado como jogou contra o Nacional e nada disto aconteceria. A equipa não esteve bem, Kerrison é um fiasco tarda em adaptar-se e temo que seja outro Suazo ou seja alguém imposto por um clube que não deixa Weldon jogar tal como Suazo não deixava Cardozo jogar. Paulo Sérgio desenhou um bom esquema táctico é verdade e não acho que Jesus estivesse à altura. Di Maria fez aquilo que eu vi fazer nos treinos grande desconcentração, Saviola parecia ter estado zangado com a namorada e ter passado ao lado do jogo e Maxi por onde andou porque não jogou, e porque Jesus teima em não colocar Shaffer, criuza tão bem. Um dos melhores foi David Luiz.. E esta foi a pior primeira parte do Benfica, temo que Jesus não esteja à altura

Confrangedora é a atitude de Pedro Granger um actorzeco de televisão que no meio de um programa, sem nível na TVI de crianças a cantar, fez provações sobre o Benfica. Na realidade goste-se ou não de Paulo Bento tem de se dar razão às declarações que proferiu sobre a sua permanência no Sporting durante quatro anos. Não vai ser fácil passar em Alvalade até porque Carvalhal vai fazer o máximo de anti jogo e não sei se Sydnei e David Luiz são capazes de estar à altura até porque Javi Garcia não joga e ás tantas eu tive receio que David Luiz levasse outro cartão amarelo

Boas noticias foram as do FUTSAL, a que o meu amigo assistiu porque passou na televisão ao sair no final do jogo. Jogo empolgante aquele, muitas emoções para um só dia. Que pena não terem ambas o mesmo final.

Alguém aqui afirmou é verdade quando fomos eliminados em 2006 também por este clube jogámos bem pior. Ontem foi só a primeira parte

Benfica - Orgulho,Honra,Gloria!!! disse...

Caro LF

Antes de mais,parabens pela tomada de posição,diz-se que a nossa liberdade acaba quando começa a dos outros,cumpra-se!!!
Quanto ao jogo,partilha da opiniao do Jotas,não foi daquelas derrotas deprimentes,a equipa recuperou de uma 1.ª parte muito pobre e na 2.ª até esteve quase que exclusivamente ao ataque mas de forma algo inconsequente(onde ainda não se percebeu muito bem o que lá anda a fazer Keirrison),faltou alguma sorte pois parece-me que fizemos o suficiente pelo menos para o prolongamento.Mas há que dar os parabens ao Vitoria,fez um bom jogo,não foi com o autocarro pro campo e tentou discutir o resultado,quando assim é não há nada a fazer senão seguir em frente e continuar a acreditar e a apoiar este projecto,este trajecto que a equipa tem feito.Até porque nunca é demais relembrar que não somos invenciveis,não vamos ganhar todos os jogos e as exibiçoes não serão todas de encher o olho,há muito benfiquista que ainda precisa de por o chapeu da humildade porque é a partir destes que se gera o entusiasmo doentio e despropositado que tão os antis tanto gostam de achincalhar nas horas más,não podemos dar munição ao adversario.
De resto,o sentimento não muda...

VIVA O BENFICA!!!

LF disse...

Jotas,

Na segunda parte viu-se essa luta, esse crer. Mas na fase inicial do jogo também houve alguma displicência.

LF disse...

Max Power,

Considero também que a Liga Europa e o Campeonato são os principais objectivos.
A taça seria importante como compensação de uma época fracassada. Pouco mais que isso.

LF disse...

Augusto Rodrigues,

Ainda não vi os lances na televisão, mas a actuação do árbitro na ponta final do jogo, e sobretudo do fiscal de linha que acompanhou o ataque do Vitória na segunda parte, e que estava mesmo à minha frente, foi aquilo que se pode chamar de habilidosa.
Faltas assinaladas por tudo e por nada, lançamentos ao contrário, tudo com o intuito de cortar o ritmo ofensivo ao Benfica.

LF disse...

Jorge Pereira,

Há momentos em que tem mesmo de ser assim.
Quando verifiquei o blogger, tinha já dezenas de comentários ofensivos para o Benfica, a pretender achincalhar o clube e os seus adeptos.

Uma coisa é discutir futebol, mesmo com adeptos de cores diferentes. E eu até gosto de o fazer.
Outra é admitir provocações gratuitas.

LF disse...

Vitória,

O Keirrison foi melhor marcador do campeonato brasileiro do ano passado, e o Barcelona pagou 14 milhões de euros por ele.
Não pode ser um jogador banal.

Creio que é um caso de difícil adaptação, com o qual há que ter alguma paciência.
Tem de jogar minutos, e Jesus fez bem em dar-lhe esta oportunidade.
Até começou bem (aquele remate é bom), mas depois eclipsou-se.


O Maxi vinha de um jogo de tremenda exigência pela selecção, onde creio jogou 90 minutos, para além das viagens.
Não foi por aí, embora o Targino tenha dado água pela barba ao Ruben.


Shaffer, nos jogos que jogou, nunca convenceu sob o plano defensivo. Talvez merecesse mais minutos, á semelhança de Keirrison, mas só Jesus saberá porque não lhe dá.
Creio que é a grande lacuna a atacar no mercado de Inverno: um defesa-esquerdo de raíz e de qualidade.

Javi Garcia vai jogar em Alvalade. Julgo que tem 4 amarelos, está em risco, mas não está castigado.

Da equipa principal só não jogará o Luisão.


Irei publicar em breve um post sobre o futsal. Estive de facto lá, e não esquecerei aqueles minutos finais de grande sofrimento.
Seria lindo o Benfica tornar-se campeão europeu de uma modalidade, algo que creio nunca chegou a acontecer.

LF disse...

Benfica, Orgulho, honra e glória,

Do Keirrison já falei.

Concordo quanto ao resto, mas chamo a atenção para o facto de o Vitória, embora não tenha colocado autocarro, ter simulado lesões, arrastado a marcação de livres, queimado tempo excessivo nas substituições, aspectos que eu desculpo menos que as legítimas estratégias defensivas.

Prefiro uma equipa que defenda com onze, mas não entre nesse tipo de xico-espertices. Ainda que a culpa principal vá naturalmente para quem permite: o árbitro.

Benfica - Orgulho,Honra,Gloria!!! disse...

Caro LF

Realmente,não tinha apontado para esse ponto,houve muito tempo queimado na 2.ª parte,o Nilson já nos habituou com as suas performances de telenovela,qualquer toque causava dores de morte(nele e nos restantes companheiros),fizeram o "joguinho" deles...com a conivencia do arbitro,claro!
Agora temos de seguir em frente,é uma pena não podermos continuar na Taça mas a prioridade continua a ser o Campeonato e se possivel uma boa campanha na L.Europa.
Quanto ao K11,sendo que é obvio que ele tem de ter qualidade visto que o Barça não ia dar assim 14M de barato,acho somente que deveria ter as mesmas oportunidades que outros companheiros seus não tem(p.e como referiste,o Shaffer),assim pode-se criar alguma crispação no balneario.Mas pra isso é que lá está o Jesus!

Grande abraço

iBenfiquista disse...

"A euforia tem o mau hábito de tropeçar na realidade". Adam Osborne.

As pessoas inteligentes aprendem com os erros e procuram não cometê-los uma segunda vez. Até os macacos não repetem o mesmo erro duas vezes.

1. Esperar vencer todas as competições este ano é um absurdo. O objectivo principal é ganhar o campeonato. Ponto final, parágrafo.

2. Se queremos obter um bom resultado em Alvalade, isto é, ganhar, por muito que me custe dizê-lo, este foi o melhor resultado. A euforia, e o gozo, instalados nas últimas semanas por tudo o que é blogue benfiquista não pronunciava nada de bom.

3. Criticar ou esmiuçar a maneira como os jogadores, individualmente, jogaram pouco adianta. Porquê? Porque a atitude da equipa não esteve lá. Notou-se alguma displicência e um deixar andar que nunca dá bons resultados. Um exemplo? O Di Maria. Que ainda é um miúdo e que as últimas notícias de possíveis transferências devem ter dado volta à cabeça. Que tem andado completamente desconcentrado. Vê-se a olho nú. Até já se dá ares de vedeta. Ora isto é I-NA-DMI-SSì-VEL. Porque pega-se aos colegas, como um vírus. Lanço o repto aqui ao JJ e ao Rui Costa para, antes do jogo de Alvalade, terem uma conversa de homem para homem com o Di Maria sobre humildade. Tem de aumentar os seus níveis de concentração urgentemente. E com ele, toda a equipa. Sou de opinião que a equipa devia ser fechada toda a semana antes do derby.

4. Dado tudo o que eu disse, não faz sentido falar sobre a sorte, sobre o árbitro ou dizer que o futebol é assim mesmo. NÃO. O futebol do Benfica é aquilo que o Benfica quiser. Ponto final, parágrafo.

5. Factos. Faltou força física a altura à equipa. Tanto Luisão como Cardozo, os mais altos, não têm substitutos principalmente pela falta que fazem tanto em altura como fisicamente. Nas bolas paradas e na defesa são fundamentais.

6. Pode ser que a euforia, que tanto trabalhou contra o Benfica neste jogo, passe agora a trabalhar a favor para o próximo. Pela euforia, expectativas e alegrias que está a criar nos pobres de espírito dos nossos adversários. Pode ser que o tiro lhes saia pela culatra, como saiu agora ao Benfica.

Saudações Benfiquistas

Joao Dias Pereira disse...

Então mas queixam-se do anti-jogo? Vocês também não o fazem? Até as melhores equipas da Europa o fazem, senão veja-se na época passada o que fez Cristiano Ronaldo e companhia no Dragão...

lf,

até compreendo que não aceite insultos aqui no blog, mas não consigo compreender como o permitiu num post bem mais respeitoso, como o do Enke, e agora não o permite. Não quero com isto dizer que deveria permitir esses comentários, só acho que os devia ter banido no post do Enke também, onde, aí sim, se leram coisas absurdas...

E já agora, esta derrota serve para vos abrir os olhos, porque na verdade ainda não ganharam nada, e sinceramente duvido que venham a ganhar. Principalmente porque a partir de Janeiro devemos voltar a contar com Quaresma e McCarthy(?)...

Tibério Dinis disse...

O Benfica tem mostrado que tem um plantel "curto", pode fazer um grande campeonato caso não tenha lesões e castigos.

Na situação, mais real, de durante a época haver lesões regulares ou um jogador influente com uma lesão prolongada (como no ano passado) a coisa pode complicar-se muito.

Até porque a euforia do ínicio da época já está um pouco longe e o SLB pode acabar por fazer um campeonato normal.

O problema do SLB é lidar com as euforias e quando chegam as derrotas a equipa não tem "nervo", os adeptos não têm "nervo". Em Portugal normalmente o campeão é quem tem mais nervo e que sabe gerir as emoções, foi assim com o FCP e com o SLB campeão de Trapatoni. Este ano a equipa com mais nervo é sem dúvida o Braga.

Haja Saúde

Tiago disse...

Sinceramente não se podem queixar do anti-jogo do Guimarães porque é certo que todas as equipas fazem aquilo. O jogo teve 5 minutos de descontos e mais dois de bónus.

A origem deste resultado, na minha opinião, foi a euforia. O Benfica tem vindo a jogar bom futebol, mas os adeptos querem exigir tudo à equipa. Se já não ganham o campeonato há alguns anos, esse deve ser o verdadeiro objectivo do clube em vez de pensar que precisam de ganhar todas as competições.

Jorge Jesus vai ter de meter a mão nesta situação porque as estrelas já se começam a ofuscar. O exemplo mais evidente é o Di Maria, que não está a conseguir gerir bem as recentes notícias sobre a sua possível venda. Quer mostrar-se tanto que só deu asneira...

Vitória do Benfica disse...

Não queria falar mais neste post, mas a entrevista de hoje no Record de Nuno Gomes é muito boa. Na realidade como ele diz temos de estudar melhor as equipas e temos de encontrar formas para as derrotar que afinal quando chegam ao futebol que se pratica na Europa é vê-los cair que nem tordos.
Uma coisa é a batota do Campeonato do Mundo e do Campeonato da Europa enfeudado às grande empresas como a selecção francesa com a Tessa ou a Portuguesa com a Nike e o Cristiano Ronaldo a vender camisolas, por isso inventarem estes mini series de cabeças de serie no fim para evitarem jogos como Portugal França e outros que tais. Eu acredito que o Benfica chega lá. Mas muito pouco tem a ver com Jesus, acho que ele não tem inteligência para ultrapassar certas dificuldades. Continuo a achar que Fernando Santos com esta equipa faria muito melhor.

Curioso é o facto de hoje muitos jornais trazerem fotografias com Pinto da Costa e Jorge de Jesus, nada é por acaso, e isto parece-me jornalismo para atrasados mentais.

LF disse...

Tibério,

Esse nervo adquire-se com vitórias e com títulos.
O Benfica não é campeão há muito tempo, a massa adepta é gigantesca, e a pressão é muito superior à de qualquer outro clube.

Vitória,

Apesar de não ter gostado de ver as fotos de Jesus e Pinto da Costa (que são tão inocentes como o próprio abraço do presidente portista), acho que isso não deve colocar em causa a sua capacidade e o seu trabalho.
Eu não era fã de Jesus antes dele vir para o Benfica, e neste momento estou completamente rendido.
Mas no futebol não existem milagres. Ele pegou na equipa há quatro meses, e é natural que se tenha até agora preocupado em sedimentar um modelo.
Mais tarde testará outros, de modo a evitar alguma cristalização táctica.

LF disse...

ibenfiquista,

Não concordo em relação ao Di Maria.
Tem tido um rendimento extraordinário nesta época, e se se fala em transferências é por mérito do seu valor e do trabalho que tem feito.
Um jogo mau acontece a qualquer um, e não é possível passar trinta jornadas sempre em grande forma.

Confio que em Alvalade vá fazer um grande jogo, e pôr a cabeça em água ao pobre do Abel.

Vitória do Benfica disse...

Não me quero defender, mas não é por Jesus estar abraçado a Pinto da Costa que falei. Fernando Santos convidou e este aceitou Pinto da Costa para o casamento da filha, quando era treinador do Benfica. Mas acho que Jorge de Jesus tem obrigação de conhecer bem o futebol português e os seus treinadores e por isso desenvolver esquemas tácticos mais adequados ao futebol praticado em Portugal. Talvez seja um pouco elitista porque Fernando Santos é Engenheiro e Jesus um auto didacta, vamos ver. E na realidade o futebol não é xadrez

Nuno Figo disse...

Caros,

Fiquei infeliz com a derrota, mas... acontece. Provou-se, aliás, como algum dia aconteceria, que não somos imbatíveis nem sobre-humanos.
Longe disso.

O AEK já nos tinha mostrado, o Guimarães voltou a demonstrar. O SLB está a jogar bem, bonito, solto e de forma emocionante. Mas, repito, não é imbatível.

Primeiro ponto: o plantel deste ano é manifestamente bom e muito superior ao de outros tempos. Mas não se pense que as ausências não se notam ou que a má forma de um titular não se revela no campo. Como LF diz e bem, a ausência de Luisão e Cardozo sentiu-se. A má forma de Aimar, Di Maria, idem; o desnorte de Keirrison, ibidem.

Segundo ponto: o Benfica é estudado à exaustão e um jogo contra o Benfica é, no contexto nacional, um jogo da época. Às nossas dificuldades somam-se assim as dificuldades criadas pelos adversários. O Guimarães jogou extraordinariamente bem, o guarda-redes adversário voltou a ser o melhor em campo e a equipa vimaranense terminou o jogo completamente de rastos. A factura pós-Benfica é sempre alta.

Terceiro ponto: a meu ver, é bom haver um pouco de água na fervura. Animados com o nosso futebol, estamos todos! Até nesta derrota, a equipa jogou e suou. Poderíamos ter dado a volta ao resultado. Mas é preciso lembrar que HÁ SEIS MESES ATRÁS estávamos a anos-luz do que jogamos hoje! Uma equipa não se faz num dia - embora Jesus nos tenha enganado bem! Há ainda muito que melhorar, há muito que aprender. Há uma manifesta falta de experiência em "grandes momentos" de uma significativa parte dos nossos jogadores.

Comecei esta época afirmando que nada se devia exigir a Jesus, este ano... Que só no próximo se deviam pedir resultados. As exibições permitem-nos sonhar, mas não nos devem tirar os pés da terra.

Neste contexto, um reparo aos adeptos: assobios aos jogadores do Benfica... nunca aceitarei. Ainda menos quando a atitude foi vencedora. Di Maria exagerou nalguns lances, verdade, mas É DOS NOSSOS.

Sábado, não se enganem, há prova de fogo. Para o Sporting e para os sportinguistas, ESTE é o jogo do ano, estes são os 90 minutos onde todo o discurso pode mudar e duas dinâmicas se podem inverter. Vai ser um desafio contra um onze ferido... e contra os nossos próprios fantasmas.
Mas tenho fé em Jesus!!!

Vemo-nos no estádio.

Gaspar Esteves disse...

Faltou ao Benfica um sr chamado Jorge Sousa,com ele em campo o golo do Guimrães seria anulado, tão evidente foi o empurrão ao Coentrâo.Nunca senti tanto a sua falta...