16/06/09

A SEMANA QUE PASSOU

Após pouco mais de uma semana de ausência, VEDETA DA BOLA volta hoje ao seu convívio.
Muita coisa se passou entretanto no mundo do futebol, pelo que, antes de partir para a actualidade, há que fazer referência aos principais casos da semana finda. A saber: eleições antecipadas no Benfica, declarações de Manuel Vilarinho e, fora da órbita benfiquista, a transferência recorde de Cristiano Ronaldo para o Real Madrid.
Comecemos pelo princípio.

ANTECIPAÇÃO DE ELEIÇÕES

Já aqui havia expressado a minha opinião sobre a antecipação das eleições, antes de tal se tornar uma realidade.
Embora mantenha tudo o que disse – alertando inclusivamente para as interpretações que poderiam ser feitas em redor do caso, coisa que está já a acontecer -, devo reconhecer que também existem bons argumentos para esta tomada de posição.
Dada a clivagem existente no seio do clube, seria efectivamente muito mau entrar na nova época com esta situação por resolver, com a direcção sob críticas violentas e constantes, com – sabe-se lá – benfiquistas a torcerem pelas derrotas do próprio clube, num mar de instabilidade total e absoluta. Se fosse eu a decidir, tinha, mesmo assim, mantido a data. Mas aceito e respeito os propósitos de quem optou por esta via.
Veiga fica de fora? Azar. Fosse sócio desde a adolescência como eu, e não teria qualquer problema em candidatar-se.

DECLARAÇÕES DE MANUEL VILARINHO

Custei a adormecer naquela segunda-feira, e ainda hoje, passada mais de uma semana, tenho dificuldade em acreditar no que ouvi.
Uma das mais altas figuras do clube, representante máximo de todos os sócios, disse num programa de televisão que “está farto de benfiquistas”, que “benfiquistas são ele e mais dez ou vinte”, que o título de Basquetebol “não lhe diz nada” e que as modalidades são “um sorvedouro de dinheiro”. Não foi numa conversa de café perante amigos, foi na televisão. Não foi um qualquer sócio do Benfica, foi o Presidente da Assembleia-Geral. Assim sendo, estas palavras, pela sua desfaçatez, pela sua irresponsabilidade, não têm perdão possível.
É verdade que o Benfica deve muito a Manuel Vilarinho – tal como ele deve ao Benfica, sem o qual não passaria de um cidadão anónimo. Mas nem a Eusébio eu admitiria o direito de insultar, ofender e magoar os benfiquistas, acima dos quais ninguém no clube se pode pretender colocar.
Como Vilarinho não me conhece de lado algum, certamente não serei um dos “dez ou vinte” que ele considera. Não deixo todavia de lembrar que as modalidades consomem pouco mais de 10% do orçamento do futebol, são âncoras de um benfiquismo carente de títulos, constituem hoje o maior motivo de orgulho do Benfica, e fazem parte integrante da história e da cultura do clube, que infelizmente Vilarinho parece desconhecer e desprezar. Tratá-las como ele as tratou é ultrajante e ofensivo para todos os que, como eu, pertencentes aos “dez ou vinte” ou não, vibram e sofrem, semana a semana, com os jogos e os resultados de todos os estádios, pistas ou pavilhões onde esteja uma camisola do Benfica.
Já que, até agora, o próprio ainda não teve uma palavra de arrependimento, resta a Luís Filipe Vieira deixar a amizade de lado e retirar o nome do ex-presidente da sua lista eleitoral.

TRANSFERÊNCIA DE CRISTIANO RONALDO

Esta foi a notícia desportiva da semana, em Portugal e no Mundo.
Seria redundante dizer que os valores envolvidos são exagerados – ainda que a mim em particular me choque mais o salário do presidente da EDP, empresa monopolista que poderia ser gerida por dezenas de outros gestores com os mesmos resultados -, que nada justifica um só homem, mesmo tratando-se de um artista singular, valer tanto dinheiro, e que os 94 milhões da transferência poderiam ser utilizados de forma muito mais interessante. Ficar-me-ei por aquilo que Cristiano Ronaldo é hoje, e aquilo que pode ser (ou não) no futuro.
De há sensivelmente um ano para cá, o madeirense não tem passado de um jogador vulgar, à semelhança de outros 20 ou 30 espalhados pelos campeonatos de Inglaterra, Itália e Espanha (só no Barcelona há uns 3 ou 4). Conquistou o prémio da FIFA pelo que fizera na época anterior (essa sim, de altíssimo nível), mas as suas últimas prestações, há que o dizer, têm ficado longe, muito longe, de um jogador que dizem ser o “melhor do mundo”. E nem falo do que (não) tem feito na selecção, onde desde o Euro 2008 não marca um só golo.
Cristiano Ronaldo tem um talento incomum. Tem também condições físico-atléticas de excepção. Estes dois vectores, conjugados com a ambição e a vontade de vencer, poderiam fazer dele um nome para a eternidade do futebol, onde poderia figurar ao lado de Cruyff, de Eusébio ou Di Stéfano. Mas é justamente na ambição e na vontade de vencer que a sua carreira parece estar a esbarrar.
As suas milionárias férias americanas são o espelho daquilo em que Ronaldo se está a tornar: uma pop-star, que se comporta como quem já não precisa do futebol para nada. E Madrid não o irá ajudar muito a inflectir um caminho que, uma vez iniciado, raramente tem retorno.
Quem sou eu para atirar pedras a um jovem de 24 anos, que tem tudo quanto quer, e é livre de escolher a forma de vida que mais prazer lhe dá. Enquanto adepto do futebol, lamento todavia que Ronaldo, em vez de procurar entrar para a história como um dos melhores de sempre na sua actividade, em vez se concentrar nesse objectivo e trabalhar arduamente para ele, em vez de recriar e buscar novos objectivos competitivos, e depois, uma vez terminada a carreira, viver então todos os prazeres do dinheiro ganho, queira desistir já, aos 24 anos, de uma história e de uma carreira que, temo bem, poderá ficar aquém das suas reais possibilidades.
À semelhança de Beckham, Ronaldo (“Fenómeno”), Ronaldinho e outros, Cristiano Ronaldo, a prosseguir neste caminho, pode até vir a ganhar muito mais dinheiro, poderá viver rodeado de luxos e opulências o resto da sua vida, mas não creio que volte ao nível que exibiu há dois anos, nem volte a ser “Bola de Ouro” de coisa nenhuma. Ficará provavelmente por saber, como em muitos outros casos, até onde poderia ele ter chegado. É pena.

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

quando o presidente da mesa da assembleia do benfica diz mal dos benfiquistas....

a acusação de violação de que o vilarinho é acusado? já se resolveu?

abraço bom regresso

p.s. sei que não concordas mas o veiga era a melhor solução

16.6.09  
Anonymous Silva Barqueiro said...

Como o resto não me interessa fico-me pelo último tema.
Custa a acreditar que aquele rapaz que me fazia ver os jogos do Man Utd à 3 ou 4 anos atrás se tornou naquilo que é hoje... Aquele rapaz humilde, que mostrava vontade de ser cada vez melhor é hoje uma pessoa arrogante, com a mania que não precisa de nada nem de ninguém. Por mim tenho pena, e só por isso, que não ajude a selecção a conquistar um título que tarda em chegar e, diga-se, se não surgiu com a Geração de Ouro, dificilmente chegará agora ou nos próximos anos...
Ronaldo poderia ser muito bem um jogador para ficar na história do futebol, mas não vai passar de um atleta que fez a sua história à volta do futebol e assim ganhou a vida. Talvez quando se aperceber do erro seja tarde demais. Da mina parte não conta com nenhum apoio já, excepto, obviamente, quando veste a nossa camisola...

16.6.09  
Anonymous Peter said...

Em relação á antecipação das eleições na minha opinião teria tido muito mais sentido se estas fossem anunciadas mais cedo e realizadas assim que a época desportiva tivesse terminado apoiadas por uma revisão estatutária que permitisse que as eleições fossem sempre neste período da época e não no mês de Outubro quando costuma ser.A instabilidade foi criada pelos maus resultados desportivos, pela demissão do quique flores, pela novela jesus e pelas constantes fugas de informação que existem no clube.Creio que as eleições neste período tem um claro alvo a abater o veiga e os outros oposicionistas a esta direcção.O Benfica não pode apagar a sua tradição democrática e esta atitude dos corpos sociais não respeita a idiossincracia do clube.Quanto ao presidente já vi que tem pouca tolerância á crítica e que em vez de a ouvir para melhorar o seu desempenho reage com este tipo de atitudes com medo de perder o poder, o Benfica não é o fcp e no seu melhor período mudou de presidente muitas vezes independentemente dos excelentes resultados desportivos que conseguia porque apesar das mudanças de elenco não alteravam um virgula do projecto que o clube preconizava, já este presidente já está há muito tempo no lugar mas altera o projecto futebolístico todas as épocas com os resultados que se conhecem.Quanto ao Vilarinho só posso dizer uma coisa concerteza que estava com os copos e mais uma vez se provou que não existe uniformidade no discurso do Benfica e que os tiques fascizóides estão bem presentes na sua mentalidade, aconselho-o a mudar para o scp já que os scps é que são bons.O sr.Vilavinho devia saber que a seguir ao Barcelona o Benfica é o 2ºmaior clube do mundo eclético.Quanto á transferência do c.ronaldo devo dizer que a crise existe mas é para a maioria. Em relação á sua vida privada só espero que não lhe aconteça o mesmo que aconteceu ao magic johnson, visto que daqui para a frente o papá ferguson já não vai estar sempre ao seu lado.Em relação a este último aspecto não posso deixar de referir que os empresários de jogadores só querem é ganhar dinheiro, porque um empresário deve resguardar os seus jogadores de estarem constantemente expostos neste aspecto, e pelos vistos o jorge mendes está-se bem borrifando.

16.6.09  
Anonymous Anónimo said...

o veiga mas sera que esta tudo doido ! o veiga foi cace nas escutas a pedir arbitros e meteu uma acçãoao S.L.BENFICA no valor de 500 milhões de escudos sim disse bem ESCUDOS ! POR TER COMISSÃO NOS JOGADORES que metia no S.L.BENFICA ...
O resto são fotografias de gente ilustre que nas horas de agonia do S.L.BENFICA fecharam as portas e hoje andam com o rabo atras do PRESIDENTE e não só ... ..

17.6.09  
Anonymous Anónimo said...

o sr Peter disse...
ser serio também e não acreditar em tudo o que lhe fazem ver! tem que ver e ler ,os outros também!
ou se eu disser que o pedro e um ganza tem que o pedro ser um ganza TODA A VIDA .
MENTIR EM PORTUGAL ESTA NA MODA ,ATE UM DIA. ISTO VAI TER DE TER UM FIM ...
em portugal o que vale hoje em dia a alguns kromos e so os outros serem uns da pinga eles não ! eles são do garrafão ! e uns invejosos do catano ..

17.6.09  
Anonymous Peter said...

Ó anónimo a julgar a maneira como escreves tb deves gostar pouco da pinga deves.

17.6.09  

Enviar um comentário

<< Home