07/06/09

LUZ AO FUNDO DO TÚNEL

Um golo providencial de Bruno Alves, já no período de descontos, permite a Portugal continuar a alimentar o sonho de marcar presença no Mundial da África do Sul.
Até esse momento, a exibição da equipa nacional não foi nem pior nem melhor que as dos jogos anteriores (sobretudo após a partida de Alvalade com a Dinamarca). A mesma falta de chama, a mesma tristeza em campo, o mesmo sentimento de impotência. Desta vez a sorte acabou por sorrir, mas as indicações para o futuro próximo estão longe de ser estimulantes.
Carlos Queiroz decidiu surpreender, uma vez mais, lançando Luís Boa Morte – jogador que andava já há muito afastado, mas que reapareceu no melhor sítio: a festa de comemoração do tetra portista -, e deixando Simão Sabrosa no banco. É claro que, como quase todas as outras invenções criativas do professor, esta ideia não funcionou. A exibição de Boa Morte foi sofrível, e só com a entrada de Simão Portugal melhorou um pouco.
Em toda a primeira parte foram poucas as vezes em que a equipa portuguesa se conseguiu soltar das amarras da sua clara crise de identidade e confiança. O golo albanês, minutos depois do de Hugo Almeida, contribuiu ainda mais para esse défice, e chegou a temer-se o pior.
A segunda parte foi de maior luta, de mais vontade, mas também de pouca inspiração. O resultado parecia caminhar para um decepcionante empate, que comprometia fortemente as aspirações portuguesas, até que o golo de Bruno Alves salvou os pontos, as esperanças e, quem sabe, a própria cabeça de Carlos Queiroz.
A selecção vai ter agora um Verão um pouco mais tranquilo. Depois será o tudo ou nada.
Que a sorte a continue a acompanhar, tal como hoje aconteceu em Tirana.

6 Comments:

Anonymous Peter said...

Uma exibição miserável mas ganhámos, ainda há esperança.

7.6.09  
Anonymous Silva Barqueiro said...

De acordo... Com sorte, mas ganhámos... Eu continuo a acreditar, como tinha dito antes do jogo. Agora, com C. Ronaldo a jogar assim fica mais difícil, sem dúvida...
Os verdadeiros 'melhores jogadores do mundo' são aqueles que pegam numa equipa 'às costas' e a levam sozinhos a um título ou a vitórias importantes, e isso Ronaldo ainda não conseguiu, como conseguiram Maradona, Pelé, Eusébio, Cruyff, van Basten, Deco (não foi ele que pegou no Porto e o levou para o título europeu?)e até Messi...
Enquanto Ronaldo não conseguir pegar na nossa selecção e fazer bem melhor que isto, para mim não passa de um bom jogador, mas não o melhor do mundo...
Por exemplo, Deco, neste momento, parece-me mais influente na selecção do que o próprio Ronaldo...

7.6.09  
Anonymous Anónimo said...

Mas porque que compara a entrada do boa morte ao tetra do fc porto?deixe de ser anti portista e comece a ver futebl.a selecção é de todos nós e nao de um só.cada vez mais se nota a inveja qu tem do fcp, já que nem num topico da selecção consegue deixar de falar no porto

7.6.09  
Anonymous Chefe said...

Selecção de Portugal ou selecção do FCP?

Pelos vistos pensamos o mesmo Vedeta. Bastou o Boa Morte aparecer nas festas do Tetra para ser convocado.

TRISTEZA

9.6.09  
Blogger Jotas said...

Há dias de sorte...

11.6.09  
Blogger beirão said...

o ronaldo não sabe jogar na selecção, ou entao a selecção nao sabe jogar com o ronaldo. em todo o caso, a culpa é de qem os poe a jogar. e o queiros tem que assumir que as coisas não funcionam bem. se calhar, qnd falou que era preciso limpar o lixo todo da federação, devesse ter-se incluido no pacote.

abraço

11.6.09  

Enviar um comentário

<< Home