QUANTO MAIS FALAS...

...mais te afundas. Eis a personificação do caciquismo, do compadrio, da influência subterrânea, do golpismo rasteiro, da chico-espertice, enfim, de tudo o que a sociedade portuguesa menos precisa.
É importante que os portugueses reflictam, e não deixem que o nosso país se assemelhe ainda mais às práticas sicilianas com que o nosso dia a dia se vai, cada vez mais, confontando. É imprescindível que certo tipo de personagens seja banido, sob pena de tudo se afundar em seu redor. A lógica dos fins justificarem os meios não pode ser aceite por quem preza a verdade e a justiça, ainda que em certas zonas do nosso país tal não pareça, por vezes, merecer qualquer tipo de preocupação.
Enquanto indivíduos do calibre deste Gonçalves Pereira se mantiverem em orgãos de poder, Portugal será um país adiado. E o pior é que eles não andam só pelo futebol.
Importaria também perceber como foi ele parar ao Conselho de Justiça, quem lá o colocou, porquê e para quê.

22 comentários:

Anónimo disse...

Isto só prova que é fundamental a activação das fp25abril rapidamente e em força para limpar e desratizar este pobre país.

Paulo disse...

Investiguem este homem , julgo que como inteligente que deve ser nao se da a este tipo de vassalagem sem ter rabos de palha....Talvez seja mais um com descontos na COsmos... penso eu de que...

eduardo disse...

olha, SURPRISE (may be not),
querem lá ver?
agora o discurso oficial já não é o desprendido "QUERO LÁ SABER"; eu sabia (ai este meu dedo mindinho); logo que os ares voltassem a avermelhar, pumba, catrapumba - carga da brigada ligeira - o assunto voltaria a ser de máximo interesse e, claro está, honras de blog;
muito eu me pelo por análises sérias e isentas; bem-haja.

ruben disse...

Sr. eduardo, isso é azia ou é birra?

Bruno Oliveira disse...

Muito sinceramente vejo-me obrigado a concordar com o eduardo... Não o censuro por criticar este Gonçalves Pereira. Censuro sim por ter anteriormente tomado uma posição de indiferença, quando as decisões não eram favoráveis ao seu clube e agora voltar à carga, quando chegou a dizer que neste blog não iria mais dar relevo a este tipo de casos...
É pena porque reparo que tem até um certo jeito para a análise futebolística, mas, repito, é pena que não ponha um pouco mais de parte (não totalmente, pois se assim todos fizermos isto perde a piada)o seu clubismo. Ia ajudá-lo a melhorar ainda mais as suas análises. Fica o conselho...

LF disse...

Eu falei de alguma decisão ?
Eu falei de algum clube ?

E devo lembrar que nunca me comprometi a não falar de fosse que assunto fosse. Simplesmente, durante o Europeu, tinha mais em que pensar.

Anónimo disse...

Só compreendo a manutenção de comentários como "eduardos", "brunos oliveiras" e quejandos neste "blog" como uma única intenção - a de mostrar e desmascarar as habituais "palhaçadas" e "demências" de uns "xicos-espertos" que vêm para aqui provocar o mesmo fedor que o seu "chefe espiritual", o tal que invocava a justiça divina, e que "descendo-os à corda" solicitava o seu disfarce através de umas "bufaradas" daquela que foi a primeira dama do fccorruptos até à altura em que "o papagaio foi supostamente metido dentro da panela a ferver!
Ou então o sr.LF deve andar a viver no "limbo" onde comodamente se mantêm ainda um grande número de benfiquistas!

Pato Afonso disse...

Meus Caros,

Em primeiro lugar, gostaria de esclarecer que, na minha opinião, a postura de quase todos os interessados neste processo tem sido pouco mais do que miserável - incluindo a de alguns responsáveis do clube do qual sou adepto, o SLB.

De qualquer forma gostaria de deixar aqui uma questão para os adeptos do FCP e Boavista: Desejam verdadeiramente que sejam pessoas do "calibre" deste senhor presidente do CJ a julgar os processos onde estão em causa os interesses e a honra dos vossos clubes? Não aspiram a algo mais dignificante?

Eu, pela parte que me toca - sou simples adepto -, gostaria, acima de tudo, era de ver os processos julgados por pessoas sérias e competentes, independentemente da decisão final.

O que me afastou, desde há muito, de uma presença assídua nos estádios foi a convicção permanente de que os resultados dos jogos não se discutem só dentro do campo...

LF disse...

Não está em causa a decisão tomada, nem os beneficiados ou prejudicados com ela.

O que me enoja são os métodos utilizados, os verdadeiros números de circo levados a cabo por chicos-espertos sem vergonha.

Tentar impedir ardilosamente que um dos conselheiros participasse na decisão, tentar acabar abruptamente com a reunião, tudo para favorecer um dos lados foi das coisas mais podres que vi no futebol português nos últimos.
E são individuos destes juizes...

Conforme já disse, cada vez me parece mais que há uma região do nosso país (não o norte, mas sim o grande Porto), em que certos comportamentos manobristas, chico-espertistas, caciquistas, corruptos e sem vergonha são estranhamente tolerados, e por vezes até admirados.
Cada vez me parece mais que um bandido no Porto (ou em Gondomar, ou em Felgueiras), desde que bem sucedido, é visto como um herói. Isto preocupa-me. Mais até do que como adepto do futebol.

Anónimo disse...

É lamentável que um "pato" inicie o seu comentário da forma como o faz!
É uma boa altura deste tipo de espécimes mudar de clube!
E porquê?
Porque o miserabilismo inicial das suas palavras, tende ardilosamente ou por incrível ignorância a esconder a essência desta questão -a condenação do "pinto das bufas".
Essa é a verdadeira e essencial questão que nem sequer é mencionada neste seu comentário!
Já conhecia um famigerado "pato" sob a sigla de ATT mas agora um "afonso", por favor, tirem-no deste filme!
Só retiro este comentário se este senhor "pato" justificar o porquê da crítica aos procedimentos ou postura de "alguns responsáveis do SLB" que segundo ele são "miseráveis". É simplesmente vergonhosa a forma como se refere no início do seu comentário aos seus consócios/adeptos e responsáveis do Clube. Não dignifica o SLB, nem as suas pessoas, nem ele próprio. É por causa destes arautos da crítica ao "nada" que depois o Clube arca com um número incalculável de prejuízos !
Ora porra para estes benfiquistas de cácárácá!!!

Brytto disse...

Cada vez dou mais razão a um senhor que comigo falou à algum tempo: "Isto só lá já vai com uma dentadura militar".
É por esta forma de estar que Portugal, sistematicamente, aparece na cauda da europa em tudo o que é estatistica... ou pensavam que era só por fatalidade!..
Tudo isto também me mete nojo e vergonha, tal como a Victor Serpa, que país de gente medíocre...

Brytto disse...

Em minha opinião, a UEFA, quando for devidaemnte informada desta situação, deveria optar por suspender o Porto e demais equipas portuguesas, bem como a selecção, de todas as competições por si organizadas, por indecência e má figura...
Poder-se-á argumentar que as outras equipas não têm culpa, mas em meu entendiemnto tb têm: foram todos juntinhos que elegeram estaa trupes directivas, bem como as demais legislações que as sustentam, portanto, ...

LF disse...

Calma !
O presidente do Conselho de Justiça foi lá posto pela A.F.Porto. Os outros não têm culpa.

Teria de ser o governo a tratar disto. Mas daí também não se pode esperar grande coisa...

LF disse...

E sobre legislação importa também lembrar que na passada semana foi votada na Liga de Clubes uma alteração aos regulamentos de disciplina, e nessa votação F.C.Porto, Boavista, U.Leiria, V.Guimarães, Santa Clara e Vizela oposeram-se ao imprescindível endurecimento das penas.
Que culpa têm os outros ?

Pato Afonso disse...

Caro "Anónimo",

De facto, os meus posts aparecem publicados com o nome de Pato Afonso. Poderá ser um nome com graça, sem ela, que se preste (ou não) a analogias várias, etc. Pouco importa. Não é relevante. Como compreenderá, não é o meu nome verdadeiro. É o nome que eu escolhi para povoar estes fóruns e as razões para essa escolha não vêm ao caso nem são importantes.

Mas é o nome pelo qual poderá sempre identificar as minhas opiniões. Já no seu caso, ao optar por publicar comentários como "anónimo", já não se poderá dizer o mesmo.

Agora vamos às questões verdadeiramente importantes:

Sou adepto do SLB desde há muitos, muitos anos. E gosto muito do meu clube. O que é diferente de gostar de toda a gente que por lá tem passado. Aliás, como bem sabemos, alguns que por lá andam nem sequer são benfiquistas, o que não constitui necessariamente um problema, desde que sejam profissionais competentes no exercício das suas funções. Infelizmente, também existem alguns, entre os quais se inclui o caro "anónimo", que têm um conceito de democracia tão "particular" e uma tolerância às opiniões diferentes tão "elevada" que acham que o melhor seria expulsar (ou sabe-se lá que mais...) todos aqueles que não alinhem com o seu pensamento. Claro que se o SLB fosse só isto, então, pode estar certo, já lhe teria feito a vontade há muito.

Os dirigentes do SLB têm toda a legitimidade para defender os interesses do clube até às últimas consequências. Porém, do meu ponto de vista, devem fazê-lo medindo sempre o que se pode ganhar e o que se pode perder, nomeadamente em termos de imagem. Ora, é precisamente aqui que eu estou em total desacordo com algumas posições que considerei miseráveis - o que não é forçosamente a mesma coisa do que considerar os protagonistas de miseráveis. O SLB, com a sua (dirigentes) postura neste processo, não tem contribuído muito para a salvaguarda da sua imagem nem da imagem do futebol português, a qual, goste-se ou não dos outros intervenientes que por cá andam, também tem obrigação de saber preservar. Mais, um clube que, em termos desportivos, teve a atitude ridícula em campo contra o Estrela da Amadora a que todos pudemos assistir, na penúltima jornada, sabendo que estava em causa o 3º lugar, fica muito mal na fotografia quando tenta posteriormente obter a classificação que permite o acesso à pré-eliminatória da LC com muito mais empenho fora do campo do que dentro dele. Aliás, relativamente aos "prejuízos incalculáveis", no que à época passada diz respeito, consigo identificar uma lista enorme de responsabilidades internas, que passam pelas decisões e empenho de dirigentes, treinador e jogadores, que foram muito mais determinantes na nossa não ida à LC do que qualquer roubo que possamos ter sofrido.
Mas é, essencialmente, este rótulo de "queixinhas", que já todos nos colam, que gostaria muito que tivesse sido evitado.

Claro que também anseio por justiça e não quero, obviamente, branquear rigorosamente nada do muito que aconteceu nos últimos 25 anos no futebol português. Percebo até que, estando os órgãos (in)competentes em Portugal auto-bloqueados desde há muito, se anseie por uma justiça - alguma que seja - ainda que vinda do exterior. Mas também não acredito na ideia de escrever direito por "linhas tortas" e, convenhamos, a postura da UEFA em todo este processo não tem sido nada coerente com o aquela que teve e têm frequentemente com outras "potências". Por vezes, em matéria de comportamentos mafiosos, não sei se são piores os de cá de dentro ou os de lá de fora... (sabia, por exemplo, que o Portugal-Alemanha dos quartos de final do Euro 2008 esteve para se realizar na Alemanha, por causa do estado do relvado do St. Jacob Park?)

Se queremos ter moral para, de cabeça erguida, criticar os nossos adversários, não podemos aceitar dirigentes que mandam bater em pessoas - por muito pouco recomendáveis que sejam - à saída dos aeroportos, que se sintam "confortáveis" com incêndios aos autocarros do FCP, etc. Não podemos criticar determinados métodos e depois achar que devemos adoptar os mesmos para "ir à luta".
No entanto, estou convencido que o caro "anónimo" não estará de acordo comigo e que preferirá muito mais o estilo trauliteiro. Talvez até seja por esse tipo de mentalidade que prefira assinar como "anónimo", não sei..

Quanto a Pinto da Costa, Adriano Pinto, Valentim Loureiro, etc., etc., sei muito bem o que representam/representaram de mau para o futebol português, porque tenho memória. Na verdade, penso até que o excelente post de LF intitulado "20 Anos de mentiras de A a Z" fica um pouco aquém da descrição dos eventos mais marcantes. Quase que me sentia tentado a desafiá-lo para, juntos, enumerarmos todos os crimes - porque é verdadeiramente de crimes que se trata na maior parte dos casos - que foram cometidos por aqueles senhores nos últimos 25 anos. Garanto-lhe que no final eu não passaria seguramente por ignorante, passe a imodéstia...

Lamento, mas não vou fazer-lhe a vontade, isto é, não vou mudar de clube. Já voltar a responder-lhe sempre que os comentários que me queira dirigir se façam no tom revelado é coisa que, para gosto seu, estou certo, provavelmente não farei.

Cumprimentos!

Anónimo disse...

Caro Pato Afonso,
Só reitero o que lhe disse inicialmente e digo-lhe mais uma vez:
- não consigo perceber como é que há benfiquistas que não têm um mínimo de contenção quando se referem a outros benfiquistas. É simplesmente absurdo, e o Sr. tire as conclusões que quiser!
Não é com comportamentos verbais e outros deste tipo que usou, que o Benfica conseguirá almejar aquilo que todos sempre queremos! Entendeu?
Sempre que vejo esta linguagem não tenho pejo, nem nunca terei, de mandar as "bordoadas" da ordem!
Pode-me tentar apelidar de trauliteiro, mas a trauliteirice começa na sua linguagem desabrida do "bota-abaixo" e a palavra "anónimo" neste caso vale tanto ou mais que a sua, "pato afonso". Agora, quando continua a "romancear" a sua prosa com a historieta do aeroporto e da de um autocarro que terá necessariamente de equacionar outras hipóteses que não aquela em que pensa, atendendo ao calibre da quadrilha passageira, francamente , apetece-me propô-lo para um novo Luís de Camões pelo seu lirismo e pureza de pensamento.
Há uma coisa que o Sr. terá de ponderar:
- não está a dialogar com nenhum atrasado, mas sim com um Homem e um Benfiquista que tem sentido na pele todo um conjunto de atitudes mafiosas ao longo de trinta anos! Percebeu ou quer que lhe explique mais alguma vez?
Sempre ao dispôr, cumprimentos e TUDO PELO BENFICA!!!

eduardo disse...

"anónimo"... Pato afonso"....
casa onde não há pão,.....
ah, sábio Povo....

Anónimo disse...

Ó eduardo,
A tua demência é tal que tens de vires para aqui vomitares as tuas fustrações!
No teu clube "comes e calas". E nem pias. É a chamada "carneirada"!
E tu não consegues fugir do rebanho!
Já viste a diferença, ou não?
De quando em quando, e o que vale é que é em uma percentagem reduzida, quando nascem bébés, pelo meio há fatalmente um aborto espontâneo.
Neste espaço acontece o mesmo, só com um a pequena diferença - nascem dois ou três de cada vez e muito azulados!
Tiveste sorte quando nasceste:
- não fostes parar logo à sarjeta, mas ainda estás a tempo!

eduardo disse...

Vocês falam, falam, falam (muita bosta em muita conversa), mas eu não os vejo a fazer nada;
e enquanto alguns se masturbam a corrupção desfila:

"O F.C. Porto foi eleito para o primeiro Board da European Club Association (ECA), em reunião realizada esta segunda-feira, em Nyon. Os azuis e brancos, na pessoa de Fernando Gomes, administrador da SAD, fazem parte de um elenco de 11 clubes que representarão o universo de 103 emblemas continentais que integram a associação.

Para além de ter a condição de fundador, o F.C. Porto surge agora num comité executivo que integra ainda Bayern, Liverpool, Lyon, Real Madrid, Rangers, Anderlecht, Rosenborg, Dínamo Zagreb, Inter e Maccabi Haifa."

Vá lá, sejam eficazes, peçam umas certidões...

Anónimo disse...

Ó eduardo,
Tens um descaramento tal que ainda falas em corrupção?
Tu que te identificas com o clube condenado?
Tu que arengas loas disparatadas de grupos sem expressão nenhuma?
Tem vergonha, vai LAVAR as tuas crostas podres e desintegradas e as do teu clube sem credibilidade nenhuma na Europa e bem conhecido pelo submundo da corrupção!
Depois sim! Depois volta, mas limpo e bem arejado que é disso que tu estás a precisar!

eduardo disse...

Ó anónimo, mero espectro,
não vês que não passas de um “safado” que quer fazer acreditar (dou-te o benefício da dúvida de não acreditares no que escreves, caso contrário chamar-te-ei asno) e que és (que vocês) são os campeões da verdade e da lealdade desportiva!? não passam de delatores pidescos, daqueles que traem o pai e/ou a mãe se tal lhes trouxer proveito. Não manches o nome do clube graças ao qual ainda foste cheirando os calcanhares à liga dos campeões; tens pena, eu sei, tens que recuar décadas para encontrares alguma dignidade e grandeza no teu clube;
mas, devo dizer-te, tb não esperava mais de ti; no fundo, pertences ao clube do povo e, com tristeza o digo, o povo português não é fuma massa anónima mal informada, pouco ou nada formada, mal esclarecida; o teu discurso é, afinal, bastante coerente.

eduardo disse...

AGORA SEM GRALHAS:
Ó anónimo, mero espectro,
não vês que não passas de um “safado” que quer fazer acreditar (dou-te o benefício da dúvida de não acreditares no que escreves, caso contrário chamar-te-ei asno) e que és/que vocês são os campeões da verdade e da lealdade desportiva!? não passam de delatores pidescos, daqueles que traem o pai e/ou a mãe se tal lhes trouxer proveito. Não manches o nome do clube graças ao qual ainda foste cheirando os calcanhares à liga dos campeões; tens pena, eu sei, tens que recuar décadas para encontrares alguma dignidade e grandeza no teu clube;
mas, devo dizer-te, tb não esperava mais de ti; no fundo, pertences ao clube do povo e, com tristeza o digo, o povo português não é mais que uma massa anónima mal informada, pouco ou nada formada, mal esclarecida; o teu discurso é, afinal, bastante coerente.