02/05/07

AS CONTAS DE SANTOS

Fernando Santos referiu-se antes do derby ao facto de este Benfica ser, segundo ele, o melhor dos últimos anos, recorrendo à estatística para o demonstrar.
Os números não são tudo na vida, mas a verdade é que dão razão ao engenheiro.
Efectivamente, desde a temporada de 1993-94, quando Toni orientava uma equipa onde brilhavam os jovens João Pinto, Rui Costa e os brasileiros Isaías e Mozer, que o Benfica não tinha amealhado tantos pontos à 27ª jornada, contando inclusivamente com a temporada do título de Trappatoni e as duas de Camacho. Acresce que, é preciso recuar ainda mais (até ao ano anterior de 1992-93) para descobrir uma equipa do Benfica com menos golos sofridos que os dezoito que sofreu na corrente temporada – quanto a golos marcados, três épocas houve em que o registo foi melhor. Também desde há 14 anos que não se assistia a uma sequência de tantos jogos sem perder como a série que o Benfica de Fernando Santos ainda mantém (18 jogos consecutivos), e com boas hipóteses de prosseguir pela próxima época adentro.
Vejamos os dados época a época, sempre à 27ª ronda, e considerando para facilitar sempre o critério dos 3 pontos por vitória:

92-93 60 pontos (46/14 golos) Treinadores: Ivic/Toni
93-94 63 (60/21) Toni
94-95 53 (48/24) Artur Jorge
95-96 57 (44/25) Artur Jorge/Mario Wilson
96-97 51 (45/21) Paulo Autuori/Mário Wilson/ Manuel José
97-98 52 (45/24) Manuel José/Mário Wilson/Souness
98-99 56 (58/20) Souness/Shéu
99-00 54 (44/25) Heynckes
00-01 48 (46/29) Heynckes/Mourinho/Toni
01-02 51 (52/20) Toni/Jesualdo
02-03 56 (57/20) Jesualdo/Camacho
03-04 57 (50/24) Camacho
04-05 54 (45/26) Trappatoni
05-06 53 (41/22) Koeman
06-07 58 (50/18) Fernando Santos

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

LF

As estatísticas valem o que valem, mas nem sempre dizem tudo

Depois de Toni, entrou o Sr. Artur Jorge, que destruiu uma equipa que estava formada, entraram Kings e companhia, ficando o Benfica com a pior equipa de sempre, passados alguns anos entra Souness com os Britanicos como Thomas e etc., foram os anos negros de Vale e Azevedo

Quando entrou o Presidente Vilarinho, comecou a ser formada uma equipa, que mais tarde foi Campeã com o Sr. Trappatoni

Portanto, julgo que não se deve comparar ou se se comparar falta dizer, que durante essa época o Benfica viveu os piores anos da sua existência, correndo serio risco de fechar as portas, como é lógico as equipas não poderiam ser boas e os problémas eram mais que muitos, chegando o Benfica a dever varios meses de ordenados aos seus jogadores, alguns desertaram, tendo o Presidente de ir atrás deles para voltarem, que condições tinham os treinadores dessas épocas, que estabilidade tinham, que tranquilidade podiam ter jogadores e treinadores

É muito comodo dizer que os actuais resultados são melhores, podera !!!
O Benfica actualmente é um clube estável, com melhores condições a todos os níveis e com uma Direcção do clube e da SAD bastante credivél

Não se pode comparar, quem comparar não está a ser serio e está mandar areia para os olhos dos Benfiquistas, está somente a salvar a sua pele, porque os objectivos da época falhou-os todos

3.5.07  
Blogger LF said...

Tem razão.
Estas comparações são sempre subjectivas.
Para além dos factos que refere há também que contar com as performances dos adversários - por exemplo no ano de Trappatoni contámos com um Porto longe do seu melhor, enquanto nos anos de Camacho o Benfica só não foi bi-campeão devido à força do super-Porto de Mourinho.

Apenas quis ilustrar as palavras de Fernando Santos, compilando os dados e partilhando-os com os leitores. Podia até ter acrescentado que também desde 1994 o Benfica nunca passou dos quartos-de-final de uma prova europeia, tal como fez este ano, batendo inclusivamente o record de jogos internacionais numa época.

Obviamente que, como benfiquista, não estou absolutamente nada contente com os resultados da equipa.
Se a responsabilidade é maioritariamente de Fernando Santos ? Bem... isso é outra questão.

Mas também é interessante verificar que Sporting e Porto não têm feito épocas muito mais conseguidas, e aparentemente estão satisfeitos com os seus técnicos.

3.5.07  
Anonymous Brytto said...

Temos também de acrescentar que esta época, de facto, os opositores estão muito mais fracos que em anos anteriores...

3.5.07  
Blogger LF said...

É verdade.
Não só Sporting e Porto, como a generalidade dos clubes (Braga, Marítimo, Boavista, Setúbal etc).
Com excepção do Belenenses, julgo que ninguém melhorou nada neste último ano.
É a crise económica, que para além de tirar as grandes estrelas aos melhores clubes, tira agora também os bons e os razoáveis jogadores às equipas do meio da tabela, que se vêm motivados a emigrar para a Roménia, Holanda, Chipre, segunda divisão espanhola, etc.
Fica o refugo...

3.5.07  

Enviar um comentário

<< Home