11/09/06

CLASSIFICAÇÃO "REAL"

À segunda jornada eis que surge o primeiro caso passível de correcção classificativa. No Nacional-Sporting o único golo da partida foi precedido de falta, tratando-se portanto de um erro com directa influência no resultado.
Futebolísticamente o Sporting venceu com justiça - como já tinha afirmado -, viu até ser poupada a expulsão de um jogador madeirense ainda na primeira parte, mas as regras são estas. Apenas um ponto pois para os leões.
No Bessa, Manú foi expulso com vermelho directo sem tocar no adversário, e foi poupado o segundo amarelo a Ricardo Silva. Penso que teria sido mais prudente João Ferreira ter sido poupado a este jogo, pois as notícias da véspera, verdadeiras ou falsas, não deixaram seguramente de o perturbar. Contudo, como é óbvio, a vitória boavisteira é inquestionável.

F.C.PORTO 6
Sporting 4
Benfica 0 (-1 jogo)

14 Comments:

Blogger El Pirata said...

mas que regras tao ao jeitinho de um benfiquista!

Ainda se viu na ultima final da CL que jogar com 10 durante praticamente 90 minutos é mais penalizante do que sofrer um golo no inicio do jogo!


Querer dar a crer que um golo aos 10 minutos penaliza mais o nacional do que uma expulsao aos 15 minutos é, no minimo, clubite!

11.9.06  
Anonymous LF said...

As regras da classificação "real" existem desde o nascimento do blog.
São claras a esse respeito.

Não há forma de objectivizar os ganhos e perdas com cartões amarelos e vermelhos.

11.9.06  
Anonymous cj said...

já estava mesmo à espera desta...
então e no minuto 80 e tal, quando é assinalado um fora de jogo inexistente ao alecssandro, em que ele ficou isolado frente ao guarda redes?
era golo certo.
se rematasse veria certamente o cartão amarelo, por isso não o fez, mas peço daqui que rematem à mesma para a classificação aqui do vedeta ficar mais clara.
e agora?
como é?
conta como possível golo, ou vais fazer outra lista para casos destes de fora de jogo inexistentes, que seriam golo certo se os avançados rematassem??
ou vais contar o golo à mesma?
e de certeza que é falta do nani?
já vi muitas piores passarem, quando é de defesas a avançados, mas quando é ao contrário, normalmente o critério é outro...

11.9.06  
Anonymous cj said...

ahh pois, já não falando na expulsão.
e depois ainda vem com estórias a falar que o estado psicológico dos jogadores do benfica e sei lá o quê...
só jogaram um jogo, coitadinhos...

11.9.06  
Anonymous cj said...

aliás, do árbitro.
e o paraty?
não estava afectado?

11.9.06  
Anonymous Anónimo said...

É sempre assim.
Quem é beneficiado pela arbitragem discorda da classificação "real", acusando-a de ser aquilo que ela nunca poderia deixar de ser: subjectiva.


Um golo írregular é um golo irregular, um fora de jogo mal assinalado não se sabe o que poderia dar.
Se o jogador atirasse para a baliza e o guarda-redes se fizesse ao lance, tratar-se-ia de um golo anulado, o que já poderia figurar aqui.
Não vejo outra forma de fazer isto.

O desafio que eu faço é que vão fazendo cada um as vossas e expliquem claramente os critérios que acham justos.


O Paraty também poderia estar condicionado, se bem que o seu caso não tinha directamente a ver com o Sporting, enquanto o de João Ferreira tinha directamente a ver com o Benfica. Foi só por isso que não me referi ao facto.

12.9.06  
Anonymous LF said...

Não cliquei no nome, mas perceberam certamente que o último comentário é meu.

12.9.06  
Anonymous pedro said...

LF:
regras são regras. E como anfitrião tem plenos poderes de as avermelhar ao seu gosto. Aliás, tanto assim é que quando preciso de uma boa gargalhada, nunca me esqueço de "o ler"

:)

15.9.06  
Anonymous pedro said...

LF:

já agora... o "golo do titulo" de ha dois anos... regular apenas para o sócio do benfica que POR ACASO apitava o jogo, torna tb segundo as suas regras a vitoria do slb num empate? E consequentemente o SCP campeao?

:)

15.9.06  
Anonymous LF said...

Caro Pedro,
Ainda bem que fica bem disposto ao ler o blogue.
É para isso que escrevo.

Como muito bem diz, regras são regras, e já as conhece da época passada, onde lhas expliquei várias vezes.

Quanto ao golo do Luisão, foi o próprio actual presidente do Sporting a considerar o golo legal, tal como aliás todos os cronistas, árbitros, ex-árbitros, guarda-redes, ex guarda-redes e figuras ligadas ao futebol que me lembro de ouvir falar nesses dias, com as excepções de Rui Santos e Dias Ferreira.
O próprio Ricardo reclamou mão do Luisão e não falta, o que significa que não se sentiu carregado.
Acho que já tudo foi dito sobre esse lance.
O Benfica foi campeão e com toda a justiça, pois mesmo sem ser brilhante, acabou por ser o mais regular desse campeonato.

Lembro-me que na classificação "real" que elaborei nesse campeonato (então noutro espaço pré-VEDETA DA BOLA), o seu clube ficava em segundo lugar à frente do Porto, então largamente beneficiado (Benquerenças e companhia).

16.9.06  
Anonymous LF said...

Já agora permita-me que lhe faça uma proposta:
Elabore a "sua" classificação real, e coloque-a semanalmente nos comentários.
É mais fácil discutirmos assim do que no abstracto, pois lá mais para o final da época toda a gente me virá acusar disto e daquilo sem concretizar em pontos.

16.9.06  
Anonymous pedro said...

Com toda a justiça... campeonato onde ganharam 10 jogos de penalties inventados, golos de pé em riste e com golos mal anulados ao adversário, golos fora de jogo... de tudo um pouco se serviram para chegar ao comprado título...

21.9.06  
Anonymous LF said...

Eu sei que vocês gostavam que o Benfica estivesse agora a entrar no seu 13º ano de jejum.
Mas não está !
É o Sporting que está a entrar na 5ª época sem nada para comemorar...
Isso custa a engolir, não é ?

21.9.06  
Anonymous pedro said...

Depende... custa-lhe engolir comprar titulos? Ganhar 6 jogos em um unico golo limpo?

Nao... pensamento vermelho: "o Porto so ganha a roubar"... Quanto às "vitorias" do benfica "O arbitro marcou é penalty" (Frase do sabio simulao) ou o "Interessa é ganhar"...

12.10.06  

Enviar um comentário

<< Home