23/08/06

VEDETA DO JOGO

RUI COSTA (5) Muitos anos passaram desde que vestira pela última vez a camisola do Benfica no estádio que o viu crescer. Ontem o tempo pareceu voltar para trás, tal o requinte da exibição do camisola dez encarnado. Desde cedo demonstrou que dos seus pés continuam a sair autênticas obras de arte, ao que alia um amplo conhecimento do jogo, sentindo-se a sua voz no comando e gestão das movimentações de toda a equipa. Um grande golo, uma assistência fabulosa, passes, dribles, cruzamentos teleguiados e até recuperações de bola foram páginas do brilhante livro que o artista da Damaia abriu ontem na Luz. Depois deste jogo resta apenas a seguinte interrogação: não estará este Benfica demasiado dependente de Rui Costa ?

2 Comments:

Anonymous catn said...

Caro LF
Penso que o Benfica não está demasiado dependente de Rui Costa, se a equipa jogar no 4-2-3-1, há alternativas, Nuno Assis ou o Nuno Gomes, é claro que estes dois jogadores têm limitações nesta posição e Rui Costa só há um

Se a táctica for o 4-4-2 ( plano B) as alternativas podem ser outras, julgo que este plano, é que deve ser treinado pelo Fernando Santos, pois as outras equipas vão estudar o modo de jogar do Benfica e a equipa tem de ter um plano alternativo, porque toda a gente pensa, se se tapar o Rui Costa, o Benfica deixa de ter caudal ofensivo

O Benfica tem de ter, um ou dois planos para contrariar este pensamento

23.8.06  
Anonymous LF said...

Concordo.
Quando disse isso, não estava a pensar em termos tácticos, mas sim, pelo que vi ontem, na forma como todo o jogo passa pelos seus pés.

24.8.06  

Enviar um comentário

<< Home