03/04/06

CLASSIFICAÇÃO "REAL"

Alguns casos, mas sobretudo muitos protestos, marcaram este fim de semana.
Em Guimarães ficou por marcar um penalty para cada lado, por faltas respectivamente sobre Saganowski e Koke. No golo anulado a Liedson nada a dizer.
No Restelo, Couceiro fez mais um dos números a que já nos vai habituando, sobretudo desde a sua passagem pelo Porto, com os quais parece pretender constantemente imitar um outro José, mas tal como quase sempre acontece, caindo na recorrente regra de as imitações acabarem por se tornar ridículas caricaturas dos originais.
Estive na Luz a assitir a um Benfica-Belenenses em Novembro último, no qual o árbitro não viu uma falta clara sobre Nuno Assis dentro da área do Belenenses, e também nessa ocasião Couceiro teve cara suficiente para ser capaz de passar a conferência de imprensa toda a falar da arbitragem.
Por outro lado, eu próprio também assisti no Restelo ao Belenenses-Sporting do início da segunda volta, e nesse jogo recordo-me uma clara grande penalidade não assinalada a favor da equipa da casa, por controlo de bola com a mão de Polga dentro da área, mas aí não me lembro de ouvir uma palavra sobre o assunto a José Couceiro, vá lá saber-se porquê.
Neste sábado, outra vez frente ao Benfica, por ser frente ao Benfica, ou por começar a ver a sua vida a andar para trás, reagiu novamente de forma absolutamente absurda em relação à arbitragem de Pedro Henriques, que já se sabe ser árbitro de deixar jogar (como fez em entrada sobre Simão logo aos seis minutos, ou no lance da lesão de Nuno Gomes), afirmando existirem duas penalidades máximas por marcar, como se se tratasse da mais cristalina das evidências.
Pretendeu seguramente aproveitar o mediatismo do jogo com o Benfica para fazer o papel do triste perseguido, de modo a criar um clima mais favorável para os próximos e decisivos jogos (Mourinho faz normalmente isto, mas diga-se que com muito maior requinte...). Só que desta vez o tiro saiu-lhe pela culatra. Num dos lances protestados, o interveniente directo José Pedro, inquirido pelos jornalistas no final do jogo, respondeu com um lapidar “qual lance ? com Petit ? não me lembro !”.
Não vale portanto a pena perder muito tempo a analisar essa jogada.
No outro lance polémico, um toque de bola na omoplata de Manduca, admite-se qualquer interpretação. Não me custa retirar dois pontos ao Benfica.
No estádio do Dragão, pareceu-me correcta a decisão de Paulo Baptista de assinalar penalty na mão do defesa gilista, e não me recordo de outros casos significativos.

A classificação “real” do VEDETA fica então assim ordenada:

F.C.PORTO 66
Benfica 62
Sporting 56

41 Comments:

Anonymous Otragal said...

Quais são os critérios utilizados na classificação real?

3.4.06  
Anonymous LF said...

Os critérios são retirar ou atribuír pontos de acordo com : penaltys por assinalar ou mal assinalados, golos mal validados ou mal anulados, ou ainda golos resultantes de livres mal assinalados ou cantos inexistentes.
Por exemplo, se uma equipa vence por 2-0 e um dos golos é fora de jogo, mantem os 3 pontos (teoricamente em termos reais ganharia por 1-0) .Se vencer por 2-1, são lhe retirados dois pontos (o resultado real seria 1-1).
Se uma equipa empata, e o árbitro não lhe assinala um penalty, são-lhe atribuidos mais dois pontos.
Não entro em linha de conta com cartões amarelos ou vermelhos, ou faltas bem ou mal assinaladas das quais não resulte golo, pois seria impossível de objectivizar.

3.4.06  
Anonymous Otragal said...

Não percebo os 3 pontos para o SLB! Dois Penaltys por marcar dão a vitória ao Belenenses, correcto?

3.4.06  
Anonymous LF said...

Não me parece que fique a certeza sobre esses lances.
Recordo que José Pedro, envolvido num deles, nem se lembrava da jogada no flash-interview. Logo com esse nem conto.
No entanto, quanto ao lance do Manduca, admito que seja de facto mais discutível. Vi as imagens de um ângulo em que não me pareceu falta, mas reconheço que posteriormente (ontem, segunda feira), vendo outras imagens fiquei com dúvidas.
Para não deixar suspeições, vou então corrigir a classificação, retirando dois pontos ao Benfica, como se poderá comprovar revendo o post respectivo.

4.4.06  
Anonymous Anónimo said...

Essa classificação é realmente cómica... se tirarem os 9 pontos dos ultimos tres jogos q a agremiacao desportiva da luz ganhou com o apito onde ficam??? Para nao falar de outros varios casos deste ano... ou do campeonato do ano passado, a seguir à estreia do DVD APAF...

a unica palavra que me ocorre é "triste"

4.4.06  
Anonymous otragal said...

Foram 3 os penaltys por marcar, já tinha descontado 1. 3 por marcar já não se via desde a azia verde do Coroado. O Pedro Henriques quis fazer ainda melhor do que o "Para-ti Benfica" que, recorde-se, conseguiu a cinco minutos do final converter uma derrota numa vitória, e o que é facto é que conseguiu. Estes dois já não vão para a jarra! Quanto à classificação "real" já está apresentada... Sugiro é que em vez de "real" se designe por "ideal"...

4.4.06  
Anonymous LF said...

A classificação tem em conta todas as jornadas, desde o início da temporada, e não só as últimas três.
Alguns dos "casos" que deram pontos ao Sporting, estão descritos no post "Memória Curta", publicado a seguir ao Porto-Sporting da Taça.
Dos que retiraram pontos ao Benfica, posso sucintamente lembrar, o golo do Naval em fora de jogo na primeira volta, o penalty não assinalado sobre Leo contra a mesma equipa na segunda volta, o golo fora de jogo do Rio Ave na Luz, o penalty sobre Nuno Assis frente ao Belenenses na Luz e dois penaltys frente ao Gil Vicente logo na segunda jornada.
O Benfica também foi prejudicado em alguns jogos que acabou por ganhar como na Reboleira, no Dragão (expulsão injusta de Leo) ou na Luz com o Porto (penalty sobre Petit). Foi ainda prejudicado com o Sporting na Luz (penalty de Tonel), em jogo que, perdendo por 1-3, não foi objecto de correcção classificativa.
Sobre os últimos três jogos do Benfica, tenho que lembrar que estão retirados 2 pontos em cada um deles (seis no total), resultantes do golo anulado ao Rio Ave, de Penalty de Petit frente ao Braga, e deste lance de Manduca, que depois de rever noutro plano me pareceu ser de aceitar como erro.
Esta classificação pretende ser feita de modo imparcial (além destes três jogos sucessivos, já havia retirado pontos ao Benfica noutras jornadas, como por exemplo frente ao Nacional em casa, quando Luisão fez falta sobre o guarda redes antes do golo), embora existam sempre lances discutíveis. Devo lembrar que por vezes nem os próprios especialistas de arbitragem se conseguem pôr de acordo.
Mas a memória não deve ser curta, e deve ter em conta tudo o que se passou desde o início da época.
No deve e haver global, parece ser de aceitar a conclusão que o F.C.Porto está mais ou menos "em casa", o Benfica acaba por ser, após estas últimas jornadas, apenas ligeiramente prejudicado, podendo-se aceitar a pontuação global, enquanto o Sporting tem sido, esse sim, amplamente beneficiado, sendo curiosamente aquele que mais se queixa, o que diga-se, já constitui uma tradição do nosso futebol.
Isto não se trata de anti-sportinguismo (eu não sou anti-nada), até porque reconheci que o Sporting foi fortemente prejudicado no jogo da Taça.
Mas desafio quem quiser, a elaborar a sua própria classificação, devidamente fundamentada, e a partir daí discutirmos caso a caso jornada a jornada, e veremos então se as conclusões serão similares ou não.

4.4.06  
Anonymous Anónimo said...

If:

tenho plena consciencia que o campeonato não são so as 3 ultimas jornadas... Então da "Classificação Real" retire por favor:

Gil Vicente - slb - a perder 1-0 inventam o penalty miraculoso q da o empate ao slb. Embalados com a ajuda acabam o jogo a vencer 1-3.

Defesa de Luisão com a mão (so faltou calçar a luvinha de guarda redes) com a Académica;

Golo com a mão (não de Deus desta vez) Nuno Gomes com o Setúbal;

(...)

A lista é longa e ilustre...

Em relação ao "Sobre os últimos três jogos do Benfica, tenho que lembrar que estão retirados 2 pontos em cada um deles (seis no total)" só tenho a dizer:

3 penalties a favor do Belenenses não lhe dariam a vitoria??? dariam só o empate?

Não anular o golo limpo do Rio Ave e sancionar a falta no golo do Mantorras só retira 2 pontos tb?

4.4.06  
Anonymous LF said...

Conforme eu disse, as opiniões não são todas iguais.
Eu acho que só houve um penalty por marcar no Restelo (no outro lance reclamado, o próprio jogador do Belenenses envolvido encarregou-se de desfazer as dúvidas na flash interview, e o terceiro de que fala, com franqueza não faço ideia qual seja a jogada).
Acho tb que o golo de Mantorras ao Rio Ave é limpo, pois se assim não fosse tb o golo de Liedson em Penafiel não o seria.
Quanto ao golo de Nuno Gomes no Bonfim, tb me parece legal, tal como aliás à totalidade da comunicação social, segundo me lembro.

Nos outros tem razão. De facto Luisão cometeu penalty contra a Académica, e o penalty contra o Gil em Barcelos não existiu.
Só que, conforme disse, em jogos onde o resultado é de margem superior ao dos erros, não faz sentido retirar pontos. O Benfica ganhou 3-0 à Académica, e 3-1 ao Gil.
Se fossemos por aí, teria que alterar o resultado do Benfica-Sporting, no qual com o resultado em 1-0, e já na segunda parte, há um penalty de Tonel sobre Nuno Gomes, unanimemente considerado pela comunicação social, que poderia fazer o 2-0, e assim alterar a história do jogo e do próprio campeonato. Nesse jogo, atribuí os três pontos ao Sporting, e até fiz elogios à arbitragem, pois interpretei o lance (que não deixa de ser um claro penalty) como resultado da natureza deste árbitro (o mesmo do Restelo este sábado), que deixa jogar até ao limite, não me parecendo que houvesse intenção deliberada de prejudicar ou beneficiar (explicando melhor, acho que Pedro Henriques tb não o marcaria se fosse na outra área)

No Restelo tb se poderia discutir o lance da lesão de Nuno Gomes, ou um de Simão logo aos 5 minutos.

Há outro aspecto que pode influir na classificação mas não o posso tornar objectivo em termos pontuais, e que são os cartões mostrados em jogos anteriores, que fizeram com que o Boavista (apitado na semana anterior por Lucílio Baptista, o árbitro que os dirigentes leoninos queriam para o próximo sábado) fosse a Alvalade sem 4 titulares, o o Naval recebesse o Porto sem 3.

4.4.06  
Anonymous cajo said...

então é uma classificação "real" sustentada em opiniões...
tá bem.

5.4.06  
Anonymous Anónimo said...

Boas,

pois... opinioes nao passam disso mesmo. Em relacao a "opiniao unanime da comunicacao social" tambem na tvi disseram "Mantorras chega tão alto com o pe que quase acerta na caveça do adversário" tentando enaltecer o seu esforço e mostrando uma profunda ignorancia futebolistica (alem da clubite tendenciosa, claro esta).

Em relacao a esse mesmo "penalty" primeiro a haver falta (ou seja não foi desejo do N Gomes ou subita corrente de ar na luz) esta se bem me lembro teria iniciado fora da area. Já agora o lance dos 2 minutos em que So o fiscal e os adeptos do benfica viram o Ricardo com a bola fora da area, mesmo depois de empurrado pelo geovanni... Que intuito teria? Quantos cantos a favor do SCP foram tornados pontapes de baliza? (talvez por a dada altura estar 9-1 em cantos???)?

Ou esperavam um jogo como o da meia final da taça do ano passado? 2 golos de livres FICTICIOS para dar duas vezes o empate ao slb e uma expulsao caricata do H Viana, para poderem ganhar (ilegalmente claro esta) o jogo e dizerem no fim com uma palmadinha paternal "Fio um grande jogo" ???

Enfim... opinioes nao passam de opinioes...

A minha e que o slb acabou o campeonato com mais 12 pontos do que devia no ano passado... Fora marotices de jogar em casa no algarve e coisas assim...

Já o jogador mais influente do campeonato nteiro... foi o que resolveu um campeonato num unico lance... pequena area do Ricardo, onde pensava eu, "quando o GR não tenha os 2 pes assentes no chao, não é permitido tocar-lhe." A foto (FOTO!!!) do lance nos jornais é bastante elucidativa. A não ser q esteja redondamente enganado e a regra já nao seja essa...

Cumprimentos
Que acha?

5.4.06  
Anonymous Anónimo said...

PS - então se o slb tiver um empurraozinho no primeiro minuto todos os jogos atraves de um penalty, e depois acabar o jogo por uma diferenca de golos superior a um, é sempre justa a vitoria?

5.4.06  
Anonymous otragal said...

O que acho? é que isto todos os anos é mesma coisa: colinho, muito colinho para o Benfica. Só que agora a táctica é a vitimização, para abafar a escandaleira. Claro que contam com a conivência da comunicação social. O Nosso bloger de serviço, por exemplo, nunca viu o lance do terceiro penalty do Restelo. Na SIC apresentaram o jogo sem falar de tal coisa. Como se pode assim, formar opiniões de forma “isenta”?

5.4.06  
Anonymous Anónimo said...

Sim... mas eles tem razão...

Segundo os regulamentos de Futebol, se um jogador na Flash interview, não souber dizer em que minuto sofreu penalty, o apelido de solteira da Mãe do jogador infrator, o Nr do B.I. do treinador adjunto da equipa adversária, a idade do espectador mais alto naquela altura no estádio, e o dia em que a filha do jogador que ganha mais da sua equipa nasceu, não é penalty.

Já viste o embaraço do Zé Pedro? ainda bem q falhou logo na primeira pergunta... caso contrario tinha que as responder a todas...

5.4.06  
Anonymous Anónimo said...

Já agora para os "isentos" que dizem haver "apenas" um penalty por marcar (e alguns tem duvidas), fica a entrevista do próprio arbitro sobre o encontro...

http://www.ojogo.pt/22-43/artigo543486.htm

"Na minha opinião ficaram dois penáltis por marcar"

O Lance do Luisão aos 16 minutos ele diz q só ha contacto... nao assinala jogadas dessas...

5.4.06  
Anonymous LF said...

Agradecia, se possível, que pudessem utilizar um nome qualquer (evitando o anonimato), de modo a ser mais fácil estabelecer diálogo e direccionar as respostas.
Em vez de clicarem em "Anonymous", podem clicar em "Other", e depois no "Name" escrevam Zé da Esquina ou outra palermice qualquer que possa criar uma identidade.
Mas isto aqui é uma democracia e cada um faz como quer. É apenas uma sugestão para tornar a discussão mais clara.

5.4.06  
Anonymous LF said...

Sobre a discussão propriamente dita, tenho a dizer que nunca se pode analisar as arbitragens de forma totalmente exacta, pois há lances que são passíveis de vários critérios (basta ver o tribunal do Jogo por exemplo).
Também é praticamente impossivel a qualquer adepto do futebol, e nós somos isso mesmo, analisar arbitragens envolvendo as suas equipas com um total grau de isenção. O ser humano nunca é, pela sua natureza, absolutamente isento, se não estar-se-ia a anular, ou a anular uma parte de si, o que não é possível nem desejável.
Eu também não sou isento, e logo no primeiro post disse que era benfiquista (sou sócio há mais de vinte anos, e tenho cativo na Luz) para não deixar duvidas a ninguém.
Na classificação real, admito humildemente que o meu benfiquismo me possa levar a, sem intenção, ajuizar um ou outro lance passível de mais que uma interpretação, de modo favorável às minhas cores.
O que garanto é que faço um esforço para despir a camisola, e conforme referi já retirei vários pontos ao Benfica, sempre que achei justificar-se.
A classificação é antes de mais para mim próprio, e uma forma de manter a memória de todas as jornadas. Por isso procuro ser criterioso.
Na minha classificação o Benfica aparece prejudicado em 3 pontos. Podem ser 2, 1 ou até nenhum, mas seguramente que não é beneficiado em 8 ou 9 pontos, conforme aparece o Sporting (que por sua vez poderá ser em 8, 7, 6 ou 5, mas seguramente que não está prejudicado).
Conforme a classificação deixa perceber, não é pelas arbitragens que o Benfica não vai à frente. Ainda bem que assim é.
Também na época passada não foi por elas que se sagrou campeão (basta lembrarmo-nos de Benquerença no Benfica-Porto, ou de Proença no Penafiel-Benfica por exemplo), embora até reconheça que, pela classificação que então fiz, o Sporting teria ficado em segundo, à frente do Porto, e teria estado na Liga dos Campeões.
Quanto ao célebre lance do Ricardo e do Luisão, recordo que foi o próprio actual presidente do Sporting a considerar o lance limpo. Há uma diferença entre carregar e tocar.
Reconheço que tenha sido duro decidir-se um campeonato a poucos minutos do fim, e daí a polémica. Se se tratasse de outro qualquer jogo ninguém levantaria dúvidas.
O "colo" foi, na minha opinião, uma nuvem que se lançou, primeiro para pressionar as arbitragens e depois para desvalorizar o título benfiquista. Nunca teve sustentação objectiva. Chegou-se ao cúmulo de uma falta mal assinalada a meio campo ser utilizada para vender a ideia de benefício, depois gritada de forma veemente e repetida.
No deve e haver da época passada, o Sporting acabou por ser o principal prejudicado (ficaria em segundo), mas nesta época parece-me inquestionável que está a ser o maior beneficiado.
Não entro com isso em teorizações sobre alguma protecção, ou corrupção associadas. Digo apenas que está a ter sorte com as arbitragens. Muito mais sorte do que os constantes protestos de Paulo Bento (com óbvios intuitos de pressão e condicionamento) podem fazer crer a quem esteja menos atento.

5.4.06  
Anonymous Xinfrim said...

Porque é que ninguém fala do golo do leiria em Alvalade que o Ricardo defendeu um metro dentro da baliza ?

5.4.06  
Anonymous Eusebio said...

É por estas e outras que tou pelo Porto no sábado...

5.4.06  
Anonymous otragal said...

Ninguem fala do golo do Leiria? Isso foi, e ainda é, um caso Nacional. Foi um lance na 1ª parte, se não estou em erro, que daria o empate ao Leiria. Bem diferente da vergonha dos últimos tempos. Pior são as bolas que entram totalmente e não contam?

5.4.06  
Anonymous Roberto Baggio said...

é incrivel como a lagartagem está tão preocupada com o Benfica, que está 5 pontos atras.
Olhem em frente pá !

5.4.06  
Anonymous Pedro said...

IF:

Em relação ao ano passado:


Campeão 2004-2005

Benfica - Braga ( 0-0)

Golo invalidado a um avançado bracarense.
Árbitro: JOÃO FERREIRA.

Académica - Benfica (0-1)

Golo de Nuno Gomes precedido de uma situação de fora-de-jogo.
Árbitro: PAULO PARATY.

Guimarães - Benfica (1-2)

Ficou por marcar mais uma grande penalidade contra o Benfica, sendo "substituída" por um livre, mesmo à entrada da área, do qual resultou o 2º golo do Benfica.
Árbitro: JORGE SOUSA

Gil Vicente - Benfica (1-1)
O golo do Benfica surge 5 minutos depois do tempo de compensação através de mais uma simulação de livre.
Árbitro: DUARTE GOMES

Marítimo - Benfica (1-1)
Simulação, livre inventado e golo.
Árbitro: BRUNO PAIXÃO.

Benfica - Estoril (2-1)
Mergulho de Karadas e penalty.
Árbitro: PAULO PEREIRA

Benfica-Rio Ave (3-3)
O golo que dá o empate ao Benfica mais uma vez é marcado a partir de posição irregular.
Árbitro: NUNO ALMEIDA

Nacional-Benfica (0-1)
Mais uma grande penalidade que ficou por assinalar a favor dos nacionalistas.
Árbitro: BRUNO PAIXÃO.

Benfica-União de Leiria (1-1)
Já depois de ultrapassado o tempo de compensação, o árbitro transforma uma falta cometida por Karadas, a favor da equipa da Luz. Golo.
Árbitro: JOÃO FERREIRA

Benfica-Belenenses (1-0)
Penalty inexistente dá o unico golo do jogo.
Árbitro: MÁRIO MENDES

Benfica-Sporting (1-0)
Golo em falta resultante da marcação de uma falta simulada no local certo.
Árbitro: PAULO PARATY

Boavista-Benfica (1-1)
Grande penalidade da ordem, super duvidosa, tendo ficado por assinalar uma outra contra o Benfica, quando Diogo Valente se dirigia para a área encarnada.
Árbitro: PEDRO HENRIQUES


Na taça de certeza que não preciso relembrar o record histórico de 3 penalties no mesmo jogo para o slb e 2 expulsões (BRUNO PAIXÃO) passar a eliminatória contra uma equipa de escalão inferior (Oliveirense). A meia final contra o SCP já foi comentada anteriormente. Nem assim levaram a taça.

Mas... quem sou eu para falar... Sou apena adepto do clube que no ano passado deveria ter ficado em 2º lugar, e este ano esta em segundo lugar porque foi muito beneficiado pelos árbitros, segundo a sua opiniao.

Melhores cumprimentos
Pedro

5.4.06  
Anonymous Pedro said...

PS - grande parte dos posts "Anonymous" eram de facto meus.

Ficam a partir de agora assinados.

:)

5.4.06  
Anonymous LF said...

Ok Pedro.
Obrigado pela participação (e pela identificação).
Alguns dos lances que refere da época passada são de facto veridicos. Outros são extremamente discutíveis, como o do Benfica-Sporting, o Boavista-Benfica, ou os livres "inventados", dos quais nem todos me recordo, mas por exemplo lemmbro-me bem da falta sobre Karadas frente ao Leiria, e acho que foi mesmo falta.
Mas o que acho da sua análise, é que esquece por completo os muitos lances em que o Benfica foi penalizado, a começar pelo Benfica-Porto (Benquerença retirou um golo e dois penaltys ao Benfica), pelos dois penaltys que Pedro Proença não assinalou no Penafiel-Benfica a três jornadas do fim, que já havia referido, mas também em muitos outros.
De repente, lembro-me de penaltys por assinalar em Barcelos (sobre Sokota), em Coimbra (sobre o mesmo jogador), em Leiria, frente ao Gil na Luz (sobre Karadas), frente ao Boavista na Luz (sobre Miguel) no Benfica-Belenenses de que fala, com o resultado a zero Nuno Gomes foi agarrado dentro da área. O mesmo jogador foi atropelado pelo guarda-redes do V.Setúbal sem que o árbitro tivesse assinalado nada. Frente ao Marítimo, também na Luz foi anulado um golo limpo a Nuno Gomes a dez minutos do fim com o resultado em 3-3 (depois Mantorras acabou por marcar). E que dizer do penalty assinalado em Guimarães, completamente absurdo, que quase ia custando dois pontos ao SLB.
Enfim, as listas de benefícios e prejuizos são extensas e equivalem-se.
Outro dado curioso da sua análise é que dos jogos que fala, em seis deles o Benfica não ganhou. Portanto se transformarmos as coisas em pontos, verá que a teoria do colo não passa de um embuste.
Já agora, relembro que também o seu clube teve algumas ajudas em 2004-2005.
Recordo um golo mal anulado ao Beira Mar em Alvalade (1-0), uma expulsão perdoada a Polga frente à Académica, um penalty não assinalado em Braga (falta de Tello), com o resultado a zero, golos irregulares validados em Coimbra e Guimarães, expulsões excessivas de dois jogadores do Porto em Alvalade, golo limpo anulado ao Marítimo tb em casa, etc etc.
Mas no ano passado a "taça" saíu ao Porto, que foi artificialmente mantido na luta pelo título até à última jornada, apesar de todo o barulho de Couceiro

5.4.06  
Anonymous Pedro said...

Tenho que rever o caderninho dos lances 04-05...

Já agora o jogo em "Casa emprestada" do Estoril no algarve... para não falar nessa vergonha, gravata de luisão q so larga o pescoço do adversário quando este está com a cabeça a centimetros do chao, e novo penalty de karadas. Quantos estorilistas foram expulsos nesse jogo? (sem falar do despedimento de membros da equipa técnica por um senhor que alegadamente já nada detém da SAD do EStoril. Mais curioso ainda é esse senhor ter afirmado que nada dessa SAD detem porque seria ilegal, visto ser presidente de outra sad, e depois disso as financas terem apreendido accoes em nome dele do Estoril, por dividas ao Fisco)

Em relação à sua análise:

"De repente, lembro-me de penaltys por assinalar em Barcelos (sobre Sokota), em Coimbra (sobre o mesmo jogador), em Leiria, frente ao Gil na Luz (sobre Karadas), frente ao Boavista na Luz (sobre Miguel) no Benfica-Belenenses de que fala, com o resultado a zero Nuno Gomes foi agarrado dentro da área. O mesmo jogador foi atropelado pelo guarda-redes do V.Setúbal sem que o árbitro tivesse assinalado nada. Frente ao Marítimo, também na Luz foi anulado um golo limpo a Nuno Gomes a dez minutos do fim com o resultado em 3-3 (depois Mantorras acabou por marcar)."

Bom... então quantos penaltys nao haveria que marcar por agarrões, atropelos e puxões ao Liedson? E quantos jogos acabaria o Petit em campo?

Fico feliz ao menos por ter aceite que alguns dos lances são verídicos... É que aqui no trabalho a cegueira crópnica só permite aos meus colegas comentários à Simão: "O árbitro marcou é penalty" ou, o meu faviorito, bastante elucidativo da maneira de ser e caracter "Interessa é Ganhar!!!"

Cumprimentos

Pedro

6.4.06  
Anonymous LF said...

Nunca percebi a polémica por causa do jogo do Estoril.
O F.C.Porto jogou inúmeras vezes na Maia, durante os anos noventa, e nunca ninguém disse nada.
Se calhar até era melhor para o Benfica jogar a 30 km do que a 250 km de casa.
Quanto ao jogo em si, eu estive lá e recordo uma exibição plena de garra e motivação da equipa estorilista, que dificultou e muito a tarefa do Benfica. A expulsão de Rui Duarte foi justíssima (na altura disse-se que ele estaria já comprometido com o Benfica, mas a verdade é que está no...Boavista).
Tudo o resto é mero falatório.

6.4.06  
Anonymous Pedro said...

Falatório?


agarrar o adversário pela cabeça e só o largar no chao? mergulhar para o penalty vencedor?

Há aqui posts bem mais extensos dignos desse comentário...

A questão do Veiga dizer q ia despedir o treinador e adjunto do estoril, já nao ter acceos na SAD do clube e a noticia (bem recente) de que as mesmas foram confiscadas pelo Fisco tb é falatório?

Falatório para mim é ter :
"CASOS E CLASSIFICAÇÃO "REAL"" e

"F.C.PORTO 56
Benfica 52
Sporting 46" na mesma página


Cumps

6.4.06  
Anonymous LF said...

Quando utilizei o termo falatório não me queria referir a nenhum post (as opiniões neste blog têm todas a mesma validade, e são todas para ser discutidas de igual modo) mas sim àquilo que se passou na época passada em torno do Estoril-Benfica.
Peço desculpa se fui mal interpretado.
Quanto ao Veiga, acho apenas que há muita especulação em torno dele, mas poucos dados concretos.
Não sei que acções é que ele tem, de que clubes, nem me interessa. Segundo já ouvi dizer, também teria muitas acções do F.C.Porto e ninguém certamente pensará que, por causa disso, o FCP tenha deixado ganhar o Benfica duas vezes esta época (ou será que isso tb levanta suspeitas ?).
Não foi certamente ele a despedir o treinador do Estoril, mas sim o então (desconheço se ainda é)presidente, António Figueiredo, grande benfiquista mas sem nenhum cargo no clube da Luz.
Mas Litos não deve ter sido despedido por perder com o Benfica 1-2, mas sim por descer de divisão, com muitos outros resultados bem mais negativos. Por exemplo, o Estoril perdeu 4-0 em Alvalade e 4-1 em casa com o Sporting, e ninguém questionou o facto de Litos e Carlos Xavier (a dupla técnica do clube da linha) terem fortes ligações aos leões. Porquê?
Terá mais influência directa no desempenho de uma equipa de futebol e nos seus jogadores, um técnico e seu adjunto, ou um mero accionista, que se calhar nunca falou com eles na vida ?
Enfim...
Pode-se não simpatizar com as pessoas, achá-las embirrantes ou antipáticas, mas não se lhes deve imputar acusações que objectivamente não têm qualquer fundamento.
Cumprimentos

6.4.06  
Anonymous Pedro said...

Não nao.... njao foi o veiga na altura que DISSE que ia despedir a equipa tecnica do estoril?

Quanto ao importar ou não o veiga ter accoes de não sei quantos clubes está enganado. Interessa uma vez que se é presidente da sad do slb só o facto de ter accoes de outras sads clubisticas torna-o ilegal.

Ninguem barafustou com as derrotas do Estoril contra o SCP pq foram jogadas nos estádios em que deveriam e pq o Dias da cunha não ameacou despedir ninguem no final do encontros, e não houve penaltys "daqueles"

Cumps

6.4.06  
Anonymous LF said...

Quatro comentários breves:
-Se ninguém barafustou nos jogos frente ao Sporting, se calhar até deveria ter barafustado, pois os 4-0 em Alavade envolveram um golo com duas bolas em campo e um penalty "daqueles".
-Não me lembro de ouvir o Veiga dizer que despedia quem quer que fosse. Não sei quando e onde é que ele proferiu essas declarações.
-José Veiga não é presidente da SAD do Benfica, mas sim um mero funcionário, com as funções de director geral.
- Quanto aos estádios, recordo que já antes desse jogo o Benfica defrontara o Moreirense em Guimarães, e ninguém disse nada. O motivo só poderá ser o facto de o jogo com o Estoril ter sido a poucas jornadas do fim e com o Benfica à frente.

E agora uma pergunta:
Se Veiga tivesse assim tanta influência no Estoril, e quisesse com ela favorecer o Benfica, acha que seria necessário ir jogar para o Algarve para o Benfica ganhar o jogo ?

6.4.06  
Anonymous Pedro said...

Tal como eu não me lembro do "penalty" daqueles na vitoria do SCP sobre o Estoril.

Ah, então o Sr Veiga é um "mero" (mero director, claro) funcionário como o Sr Fernandão, dos estalos no aeroporto? Os capangas que iam com ele é que já nao... deviam ser espectadores :)

Já agora, este ano tb não me apetece pagar IRS... Posso escrever em casa um rolo de papel higiénico a dizer "Vale 5 Euros" em cada quadrado e apresentar no fisco como garantia?

6.4.06  
Anonymous Pedro said...

... ou vender o terreno da minha casa 3 vezes? (rés do chao, cave e sub cave eheheheh)

6.4.06  
Anonymous LF said...

Não me interessam nada os aspectos da vida pessoal de José Veiga. Seguramente não é nenhum santo, nem sequer é uma figura simpática. Até nem é benfiquista...
Mas, enquanto profissional, tem feito um bom trabalho em prol do clube. Como sócio estou satisfeito com o seu desempenho.
Não me interessa se deve ao fisco ou não. Isso é entre ele e as finanças.
O Benfica não deve, ou pelo menos está a pagar o que devia no âmbito do plano Mateus !
Com certeza que Veiga tem responsabilidades no Benfica (apenas ao nível da equipa de futebol, diga-se), mas o que eu quís dizer é que não faz parte dos corpos gerentes.

7.4.06  
Anonymous Anónimo said...

O CRITÉRIO PODE ESTAR CORRECTO,
OS FACTOS É QUE NÃO!!!!!!

acho q a tendência (cegueira) benfiquista é clara.

7.4.06  
Anonymous Pedro said...

Bom... mais cego é o QUE NÃO QUER VER...

Ou o que com muita força de vontade vê o que não acontece, e desvia o olhar ao que acontece mesmo...

Cumprimentos

7.4.06  
Anonymous LF said...

Cada um pode fazer a classificação que quiser.
A minha é esta, e é feita com a consciência de tentar ser o mais isento possível, embora tenha a noção de que isso é impossível a cem por cento, quer comigo quer com qualquer adepto de um qualquer clube.
Para mim é suficiente para desmistificar certos discursos vitimizantes, que não correspondem ao que se passa nos relvados, e muitas vezes não passam de uma forma de pressão e condicionamento.
Mas se se derem ao trabalho de consultar os tribunais do "Jogo" de todas as jornadas, verão que esta não difere assim tanto das análises deles. Também a classificação da "Liga da Verdade" do insuspeito Record, até há duas semanas atrás apresentava o Benfica como o clube mais prejudicado da temporada (nas ultimas semanas com toda a honestidade não a consultei, e até acredito que já esteja "em casa").

7.4.06  
Anonymous otragal said...

O Record há umas semanas dava o Porto em casa, o Sporting com mais um ponto e o Benfica com menos 1. Agora a situação inverteu-se completamente. A juntar tambem a taça a vergonha da taça. Os beneficios não acontecem só no relvado. O Petit, por exemplo, goza de uma impunidade total, ainda não foi sujeito a nenhum sumarissimo.
Em relação ao ano passado, acrescento o escandalo do tunel do bessa.

7.4.06  
Anonymous LF said...

A última vez que vi a classificação do Record, o Benfica tinha 3 pontos a menos.
Quanto ao túnel do Bessa, ninguém viu o que lá se passou, só os próprios jogadores saberão.
É especulativo dizer-se que foram bem ou mal castigados.
O Petit é um jogador agressivo e lutador. Comete muitas faltas, mas também é dos que sofre entradas mais duras. É o seu estilo.
Nunca o vi a agredir um adversário sem bola. Tudo o que se lhe pode apontar é sempre na disputa dos lances (embora frequentemente não olhe a meios).
Ainda na Amadora sofreu uma bárbara agressão, e aceitou-a com todo o desportivismo.
É um excelente profissional, e suponho que todos os colegas, de Benfica e Selecção, gostam dele.

7.4.06  
Anonymous Pedro said...

E náo fez contra o Guimaraes uma "bárbara agressão" ?

8.4.06  
Anonymous LF said...

Penso que foi na disputa de bola, para ganhar posição, se bem me lembro da jogada.
Não digo que não fosse para vermelho, mas não penso que seja um jogador maldoso, que goste de lesionar colegas de profissão

8.4.06  
Anonymous Pedro said...

LF: ele maldoso não é... era é lenhador numa vida anterior... e cortava as arvores à canelada...

10.4.06  

Enviar um comentário

<< Home